Horóscopo

Céu de novembro de 2016: período de esperança, entusiasmo e fé

Getty Images

Barbara Abramo

Novembro até que começa suave. Sob um pano de fundo que mistura esperança com realismo, somos brindados com os aspectos felizes entre Sol e Netuno, Mercúrio e Plutão, Vênus e Urano. O primeiro deles traz inspiração para moda, propaganda, relações internacionais e comércio exterior, enquanto o segundo aspecto, de Mercúrio com Plutão, simboliza novas regras chegando no mercado financeiro e com respeito a bancos e taxas. Com Vênus e Urano, os esportes, o turismo e as artes terão um destaque na primeira semana. Também há algo auspicioso para favorecer conversações de paz, negociações importantes e inesperadas com grupos econômicos ligados à tecnologia de ponta.

OUÇA ABAIXO AS PREVISÕES PARA OS SIGNOS, POR BARBARA ABRAMO
 
No cenário mais geral, contamos com Júpiter armando um suave sextil com Saturno – um aspecto que se completa no fim de novembro. Mas, desde o início do mês, essa conjunção promete trazer algo que os brasileiros precisam demais: esperança, entusiasmo e fé! E sempre com os pés bem plantados no chão. Tanto Júpiter quanto Saturno são astros ligados a leis e justiça, e agora transitam signos que também têm tudo a ver com temas relacionados ao Direito: Libra e Sagitário. De forma que podemos esperar avanços nesse sentido, mais moderação e equilíbrio também. A Lua crescente em Aquário, no dia 7, expande ainda mais essa tendência!
 
O Sol transita Escorpião, destacando o Governo Federal, até o dia 21, quando começa sua caminhada pelo exuberante e otimista Sagitário. Até lá, Marte entra em Aquário (no dia 9), Vênus em Capricórnio e Mercúrio em Sagitário (ambos no dia 12). Marte em Aquário pode ser uma pimenta um pouco ardida demais no panorama astral, pois simboliza lutas e confrontos pautados por convicções e posturas ideológicas rígidas demais. Não é um bom augúrio, ainda mais se considerarmos que há grupos que atualmente se digladiam na política nacional. Ou seja: a falta de diálogo pode ser uma realidade, incrementando posturas autoritárias, beligerantes e destrutivas. Será preciso driblar essa tendência, que alcança seu ponto mais alto entre 23 e 25/11, dias complicados não somente para o Brasil, mas também para o mundo.
 
A Lua cheia em Touro aponta um momento delicado para a política nacional – discussões, incidentes e rebeldias por parte de Estados contra o Governo Federal, por exemplo. Poder concentrado versus poderes regionais, adesão a preferências arraigadas, todos esses temas virão à tona. Essa Lua cheia também promete colocar na berlinda um assunto que vai aos poucos tendo mais e mais relevância em novembro: reformas educacionais e nos serviços públicos. Um momento difícil para a população brasileira.
 
Apesar de a minguante lunar em Leão, no dia 21, trazer um pouco de reflexão para um cenário polarizado, outro aspecto de proporções coletivas vai avançando até se completar no fim de novembro: Júpiter tensiona Plutão e Urano ao mesmo tempo. Precipitam-se eventos sérios, disputas e problemas não resolvidos. É o período entre 21 e 29, que culmina com a lunação em Sagitário, o mais turbulento para o Brasil. Haverá brigas e disputas entre os poderes judiciários e os detentores das riquezas, os grupos que estão dando as cartas na economia.
 
A economia brasileira também vai se ressentir de modificações no cenário mundial, que irão se precipitar a partir da terceira semana de novembro. Não é bom momento para investimentos; pelo contrário, as empresas internacionais desejosas de investir aqui farão inúmeras exigências, complicando as transações, enquanto elas mesmas estarão às voltas com problemas. A questão das massas imigratórias na Europa estará em um ponto de ebulição, bastante problemática.
 
O mês termina com a lunação em Sagitário, no dia 29, reforçando a busca por soluções alternativas nas relações internacionais e no pagamento de dívidas – outro assunto explosivo em novembro. 
 
A melhor orientação para quem quiser equilibrar as economias é investir esforço e realismo, com uma pitada de inventividade, até o início da segunda quinzena. A partir daí, muito cuidado: será preciso aguardar semanas vindouras mais promissoras.
 
OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE ÁRIES: 

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE TOURO:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE GÊMEOS:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE CÂNCER:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE LEÃO:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE VIRGEM:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE LIBRA:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE ESCORPIÃO:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE SAGITÁRIO:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE CAPRICÓRNIO:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE AQUÁRIO:

OUÇA O HORÓSCOPO DO MÊS DE PEIXES:

Topo