Moda

Armazenamento e limpeza diária mantêm joias limpas e bonitas por mais tempo

iStock Images
Guardar as joias em estojos especiais ajuda a manter a qualidade das peças imagem: iStock Images

Natália Eiras

Do UOL, em São Paulo

Joias costumam pertencer a uma família por muitas gerações, mas, ao longo do tempo, essas peças podem acabar perdendo um pouco de seu brilho e beleza.

Armazenamento correto, limpeza diária e cuidado de separar os acessórios por tipos de pedras e de metal são algumas formas de mantê-las bem conservadas por mais tempo. O UOL falou com especialistas e te dá dicas para cuidar desses itens preciosos.

  • Armazene as joias separadamente

    O melhor lugar para sua joia ficar é, preferencialmente, no estojo de veludo em que ela vem embalada da joalheria. "O primeiro grande erro é colocar todas as joias juntas dentro de um saquinho. O metal é polido, então, com o atrito com outros objetos, ele vai riscando", fala a designer de joias Stephanie Stein. O estojo levemente acolchoado tem as características necessárias para o melhor armazenamento de um colar ou um anel. Também é importante manter cordões esticados. "Os elos podem ficar fragilizados com o movimento", comenta a especialista.

  • Separe as peças de acordo com o tipo

    Segundo Christian Hallot, embaixador da marca de joias H.Stern, é importante separar as peças pelas suas qualidades, já que há pedras e metais com durezas diferentes. "O diamante, por exemplo, arranha todas as outras gemas", explica o profissional. "A esmeralda, a pérola e materiais porosos como o coral são mais frágeis". Caso não consiga separar cada gema, tome cuidado para proteger o contato das peças com o diamante. "Enrole-o com um pedaço de papel de seda", aconselha Hallot.

  • Evite o contato com perfume e cremes

    Ao se arrumar para um evento formal, deixe para colocar as joias após ter passado o perfume e a maquiagem. "Os produtos, conforme o uso, danificam um pouco as peças", diz Carol Keutenedjian, designer de joias da marca Epiphanie. Para impedir o contato, prefira aplicar fragrâncias em lugares distantes dos acessórios. "Se for usar um colar no colo, por exemplo, passe perfume atrás da orelha", afirma Christian Hallot. Evite, ainda, usar as joias na academia. "O suor ajuda a peça a oxidar mais rápido, deixando o ouro alaranjado", comenta Stephanie Stein.

  • Fuja do mar ou de piscina com a joia

    A água do mar ou o cloro da piscina podem, de acordo com Carol Keutenedjian, mudar a tonalidade das pedras das joias. "As de metal não tem problema", comenta a designer. No caso das pérolas, apesar de o mar não fazer mal para o artefato, o sal marítimo pode danificar o fio de algodão que prende o colar. "Então é bom fazer uma limpeza profunda com água corrente", conta Hallot.

  • Limpe a joia após cada uso

    A gordura natural da pele pode deixar joias de ouro e prata mais opacas. Para mantê-las brilhosas por mais tempo, as peças devem ser limpas após cada uso. "É só passar uma flanelinha para tirar a sujeira superficial", diz Keutenedjian. Para uma limpeza mais profunda, a designer recomenda o uso de água com um pouco de sabão. No caso de anéis, Christian Hallot aconselha imergi-los em água mineral com algumas gotas de amônia. Caso você queira retomar um pouco o polimento dos metais, Stephanie Stein indica o uso de uma borracha escolar dura "Ela vai trazendo um pouco do brilho de volta", afirma a especialista. No entanto, uma limpeza completa só pode ser feita por um joalheiro, uma vez ao ano.

Topo