Moda

Conheça os diferentes tipos de jaqueta e saiba como usá-los

Do UOL, em São Paulo

Mais leves e práticas que os casacos, as jaquetas são as queridinhas dos brasileiros nos dias frios. Como nosso inverno não costuma ser rigoroso em muitas regiões, a peça é coringa quando as temperaturas caem.

A maioria dos modelos de jaqueta é unissex ou tem opções masculinas e femininas. Mas não pense que são todas iguais. Existem diferentes versões e nomes. Abaixo, conheça as nove principais jaquetas clássicas da moda.

  • Getty Images

    Varsity

    A jaqueta varsity, ou letter jacket, é tradicionalmente usada por estudantes dos Estados Unidos que querem representar o orgulho de pertencer ao time da escola ou universidade. O modelo, que geralmente tem corpo de feltro, mangas de couro e punhos elásticos, se tornou um ícone norte-americano, mas saiu das escolas e invadiu o moda. Unissex, essa jaqueta pode ser usada tanto com looks esportivos, quanto em visuais mais casuais. Na foto, o rapper Chris Brown harmonizou as cores da peça com as do xadrez da camisa.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Bomber

    Semelhante à varsity, mas menos bufante e sem o look colegial, a bomber é a jaqueta do momento. Ela já é vista nas mais diversas cores, estampas e texturas. A ocasião para usá-la depende do material em que é feita. Se for cheia de brilho e paetê, vira uma peça descolada para a balada, um modelo de tweed até pode ser usado no trabalho e um super estampado ajuda a compor um vestidinho básico.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Chanel

    Criado em uma época em que a feminilidade dominava a moda, a estilista francesa Gabrielle Chanel inovou, em 1954, com seu casaqueto de tweed, que se tornou um ícone da marca. A peça foi inspirada pelo guarda-roupa masculino e tem linhas retas e simples, proporcionando maior conforto e flexibilidade às mulheres. Hoje, é um clássico e sinônimo de elegância. O modelo pode ser uma boa substituição do blazer para o trabalho e vai bem com camisa, saia e calça de alfaiataria. Também ajuda a trazer mais requinte para o visual casual, como mostra Vanessa Paradis (foto) e até cai bem para aquecer looks de festa de casamento.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Esportiva

    De zíper e em material leve, geralmente sintético, o modelo serve não apenas para praticar atividade física nos dias frios, mas também para dar um toque esportivo a qualquer visual. Para o dia a dia, é legal combiná-lo com jeans, camiseta e tênis ou até inovar e deixar um look com vestido mais casual e descolado.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Jeans

    Febre dos anos 90, a jaqueta jeans nunca saiu de moda. Para um look mais moderno, fuja do visual todo jeans e combine a jaqueta com outras peças que não envolvam o material. A atriz Emma Roberts (foto) apostou no básico de blusa branca e calça preta, mas as possibilidades que a jaqueta jeans dá são infinitas. Só tome cuidado e evite-a em ocasiões formais que exigem mais rigor do visual.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Perfecto

    Ícone da rebeldia dos anos 50, a jaqueta perfecto, ou biker, foi adotada pelos motoqueiros e roqueiros até cair nas graças da moda. O modelo clássico é feito de couro, com zíper de metal transpassado e golas amplas. Hoje é usada por pessoas de diversos estilos e é um coringa do guarda-roupa de inverno. Tanto no visual feminino quanto no masculino, a jaqueta combina com tudo e pode ser usada nas mais diversas ocasiões e horários.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Puffer

    O modelo com gominhos e enchimento é esportivo e ideal para os dias mais frios. Com recheio sintético ou de plumas, funciona isolando o vento e mantendo a temperatura do corpo. Príncipe Harry (foto) fugiu do visual todo esporte e combinou a jaqueta com camisa e calça social. Existem opções com pelo no capuz que podem ser usadas também para compor o look de sair à noite.

    Imagem: Getty Images

  • Getty Images

    Harrington

    Foi criada em 1937, em Manchester, na Inglaterra, e ganhou o nome popular de "Harrington" depois que o ator Ryan O'Neal interpretou o personagem Rodney Harrington na série "Peyton Place" usando a jaqueta, em 1964. O modelo se caracteriza pelo forro xadrez, zíper frontal, gola com botões, punhos e barra ajustados. Os modelos clássicos são masculinos, mas também podem ser usados pelas mulheres, como faz a atriz Kristen Stewart (foto). Para um look casual, tanto feminino quanto masculino, combine-a com jeans, camisa e bota com sola tratorada ou tênis de cano alto. As cores neutras são as que mais combinam com o visual da jaqueta.

    Imagem: Getty Images

  • Divulgação/flying-jacket.com

    Aviador

    Com forro de pele de carneiro, a jaqueta inventada pelo paraquedista Leslie Irvin, unia conforto e proteção na mesma peça. Criada nos anos 40, foi muito usada pelos pilotos da força aérea britânica na Segunda Guerra Mundial. Passados 30 anos, o modelo começou a ser comercializado ao público e desde então é um item clássico da moda. Como é de couro com pele, a peça é bem quentinha e protege contra o frio nos dias mais gelados. Os homens podem usá-la em visual do dia a dia e também para o trabalho, com camisa e até gravata. Os modelos femininos costumam ser mais curtos, ajustados e caem bem com calças apertadas, que equilibram as proporções da volumosa gola.

    Imagem: Divulgação/flying-jacket.com

Topo