Dicas de moda

Descubra o que pode estar fazendo sua peça que imita couro durar menos

Getty Images
Sua peça de tecido que imita couro está se desfazendo? Saiba o que fazer imagem: Getty Images

Cecília Leite Pabst

Colaboração para o UOL, de São Paulo

Você sabia que desde 1965 somente o produto de origem animal pode ser chamado de "couro"? A curiosidade serve de alerta: diferentemente do legítimo, peças como jaquetas, sapatos e bolsas feitos de material que imita couro são, na verdade. produzidos com laminados sintéticos ou ecológicos, ambos de qualidade inferior e mais baratos. 

A seguir, saiba o que pode estar fazendo a sua peça que imita couro durar menos com dicas práticas que o UOL selecionou com ajuda de Meline Moumdjian, coordenadora do curso de pós-graduação "Design de Calçados e Bolsas" do Istituto Europeo di Design (IED), de São Paulo, e da consultora de estilo Paula Martins. 

  • É sintético ou ecológico?

    O laminado sintético, em PVC, é derivado de compostos químicos, geralmente originado do petróleo, e é mais resistente. Já os ecológicos, que são menos poluentes e usam menos água no processo de curtimento, são mais delicados e precisam ser usados com frequência, ou seja, não é legal adquirir um se não for usar bastante. No entanto, os dois materiais exigem cuidados especiais praticamente iguais.

  • Limpeza adequada

    Segundo Meline, o melhor jeito de fazer a manutenção da limpeza é passar um pano úmido e em seguida um pano seco. "Os laminados têm uma película frágil que não resiste a fortes atritos, é preciso ter cuidado e atenção", alerta. Jamais uma peça de material que imita couro deve ser lavada à máquina ou excessivamente molhada. Quando terminar de limpar com pano é preciso deixar secar naturalmente na sombra.

  • Eletrodomésticos estão proibidos

    Máquinas de lavar e secar e o ferro de passar desgastam mais rápido o laminado. "O calor do ferro prejudica o material e faz com que ele derreta, deforme ou comece a descascar, assim acontece também se usar a secadora da máquina", diz Paula.

  • Cheiros indesejáveis

    O ideal é que estas peças não sejam expostas por um longo período de tempo no sol. Se for necessário para tirar algum cheio ruim, seja de fritura, mofo ou cigarro, por exemplo, deixe apenas por alguns minutos. "Para que o laminado dure por mais tempo, opte sempre pela secagem em local arejado e com sombra", reforça Meline.

  • Cabide ideal

    Devido à fragilidade do material laminado, se ele permanecer dobrado no armário criará vincos e marcas da dobragem. "O local também poderá colar, correndo o risco de descascar e estragar o visual", conta Meline. Por isso, prefira cabides de acabamento com tecido macio para guardar blusas e jaquetas. Para as calças, saias e shorts, os cabides com pregadores de silicone ou revestidos de material macio são os mais indicados. "Se você tiver apenas os com grampos de ferro, vale colocar um pedaço de algodão entre a roupa e o cabide", ensina Paula.

  • Como pendurar

    Saiba que não é esperto guardar as peças bem esticadas. "Elas devem ficar penduradas, mas não precisa usar nada que ajuda a deixá-las muito esticadas, já que o laminado que imita couro também pode ressecar e rachar com o tempo", diz Paula.

  • Capas de plástico x sacos de TNT

    Não guarde as peças de sintético e ecológico lado a lado. Elas correm o risco de grudar uma na outra e transferir a cor, estragando a roupa. "As capas de plástico também podem grudar nestas peças, por isso, use sacos de material macio, como o TNT", sugere Paula.

  • Cuidado com o mofo

    Apesar de ser um material sintético, a imitação de couro também pode ser tomada por mofo se o armário for muito úmido. Se o seu guarda-roupa tem propensão à criação de mofo, cuidado. "Guarde sempre as roupas e acessórios dentro de um saco de material macio e não esqueça de deixar as portas do armário abertas algumas horas por dia para arejar", diz Paula.

  • Peças pouco usadas

    Se as roupas estiverem apenas empoeiradas, Paula recomenda o uso de um pano úmido e depois um seco podem resolver o problema. Caso elas estejam manchadas ou muito sujas, o ideal é misturar um pouco de sabão neutro na água, como o de coco, e passar somente a espuma na peça e delicadamente retirar o excesso com um pano úmido e depois passar um pano seco. "A maioria dos produtos de limpeza que existem no mercado são feitos para o couro legítimo, por isso podem danificar o material que imita couro por causa da sua composição química. O ideal é que seja feito o processo acima indicado", garante Paula.

  • Depois da chuva

    Caso tomar chuva, não coloque na secadora da máquina ou faça uso de um secador de cabelo. "O calor pode deformar a roupa, o sapato ou a bolsa. O ideal é que se faça uso de um pano seco, limpo e de alta absorção. Espere a peça secar por completo antes de colocá-la de volta no armário", ensina Paula. As roupas desse tipo de material, mesmo sendo sintéticas, estão sujeitas ao surgimento de mofo, fungos e traças se não armazenadas adequadamente. "Com isso, é sempre importante se certificar que a roupa ou a bolsa estejam completamente secas antes de serem guardadas, inclusive o lado do avesso", diz Paula.

Topo