Moda

Looks de Meryl Streep nos filmes para inspirar o visual de mulheres maduras

Do UOL, em São Paulo

Aos 66 anos, Meryl Streep é referência de elegância e beleza. Ao longo de sua carreira, suas personagens antagônicas e cativantes mostraram a versatilidade e a capacidade da atriz norte-americana em se transformar. Os papéis interpretados por ela ganharam ainda mais força com figurinos cheios de personalidade que podem ajudar a inspirar as mulheres maduras a compor o visual com confiança e originalidade. 

  • Divulgação

    "As Horas" (2002)

    No filme, a atriz vive Clarissa Vaughn, uma editora de livros com estilo que mistura peças clássicas e confortáveis com o visual kitsch [estética com elementos da cultura pop considerados bregas]. O figurino combina com mulheres de personalidade forte, que adoram cuidar da casa e fazer as atividades domésticas sem se descuidar da aparência (como é o caso da personagem). As peças marrons e beges são sempre misturadas com outras em tons pastel, criando uma cartela de cores vintage interessante.

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    "O Diabo Veste Prada" (2006)

    Miranda Priestly é a personagem mais fashionista já interpretada pela atriz. A megera editora de uma importante revista de moda se veste com peças de grife e acessórios impactantes que transmitem elegância e sofisticação. Para conquistar o visual da personagem não é preciso gastar rios de dinheiro com roupas caras. O truque de estilo é combinar acessórios interessantes com peças básicas bem cortadas em materiais de qualidade.

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    "Leões e Cordeiros" (2007)

    A jornalista Janine Roth tem a personalidade contida refletida no figurino sóbrio. A personagem se destaca mais pelo lado intelectual do que pela aparência física e se torna referência para mulheres discretas que preferem se distanciar da moda e não chamar a atenção pelo visual.

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    "O Suspeito" (2007)

    No filme, a secretária de Estado Corrine Whitman usa peças clássicas que garantem seu status de poder. O estilo combina com mulheres que continuam no mercado de trabalho e desejam mostrar autoridade através da moda. Além do corte de cabelo tradicional (e muito comum em mulheres maduras), as camisas, os casacos e os conjuntos de alfaiataria estruturados e bem cortados ajudam a compor essa atmosfera formal.

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    "Mamma Mia!" (2008)

    No musical, Donna Sheridan vive na Grécia e tem a personalidade leve e alegre refletida em seu figurino. Os cabelos longos e levemente desarrumados, a pouca maquiagem e as roupas descompromissadas ressaltam a beleza natural da atriz. O visual da personagem é uma boa fonte de inspiração para mulheres que preferem levar a vida com leveza, sem pressão e sem se preocupar com tendências de moda.

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    "Simplesmente Complicado" (2009)

    A vida de Jane é de dar inveja. Mãe de três filhos bonitos e saudáveis, dona de uma casa impecável e de uma padaria de sucesso, a personagem transparece riqueza sem ostentação. Seu figurino é composto sempre por peças soltas e confortáveis, em tecidos naturais e cores neutras. O visual chic descompromissado é elegante sem grandes esforços.

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    "Ricki and the Flash: De Volta Para Casa" (2015)

    Eternamente jovem, Ricki é dona de um visual roqueiro e ousado. O look da personagem caracteriza mulheres de espírito livre e defensoras de que todas devem usar o que quiserem em qualquer idade. O estilo de Meryl Streep no filme mistura peças escuras, justas no corpo, cheias de texturas e acessório. O cabelo com tranças é outro elemento que compõe o visual com impacto, provando que mulheres acima de 60 podem, sim, usar os fios compridos.

    Imagem: Divulgação

Topo