Moda

Ostentação: conheça os 11 relógios de pulso mais caros à venda no mundo

Natalia Eiras e Julia Guglielmetti

Do UOL, em São Paulo

Se você acompanhou o lançamento do Apple Watch com pulseira da grife francesa Hermès e já achou um absurdo imaginar quem gastaria 1,5 mil dólares (cerca de R$ 6 mil) em um gadget preso a uma tira de couro, saiba que existem relógios de pulso muito mais caros que isso. Há modelos que ultrapassam a casa dos oito dígitos, com dezenas de funções e materiais de alta qualidade. 

Ganhou na loteria e quer ostentar um relógio de patrão? Com a consultoria de Jorge Luis Vasilakis, especialista em relógios e proprietário da JLV Relógios, e César Rovel, fundador do site "Relógios & Relógios", listamos os 11 relógios à venda mais luxuosos do mundo. Veja abaixo:

11 relógios mais luxuosos do mundo

  • Divulgação

    Royal Oak Offshore, da Audemars Piguet

    Foram produzidos apenas três exemplares deste modelo e cada um exige 700 horas de trabalho do artesão. O design moderno e esportivo é confeccionado em titânio e cerâmica, com pulseira de borracha. Para chamar um do seu, basta desembolsar 741.600 dólares (cerca de R$ 3 milhões)

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Português Sidérale Scafusia, da IWC

    Com visor de cristal de safira transparente, o modelo é um relógio com mais de 500 componentes que, além de marcar as horas, também tem indicações astronômicas, como carta celeste e coordenadas geográficas. Para se manter tão informado com o universo, é só pagar 750 mil francos suíços (cerca de R$ 3,06 milhões)

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    RM 27-02 Rafael Nadal, da Richard Mille

    O modelo foi inspirado em carros de corrida e confeccionado em carbono NTPT, material de grande resistência a impactos. Para comprovar sua solidez, o relógio é usado pelo jogador Rafael Nadal em suas partidas de tênis. Existem apenas 50 peças à venda e cada um custa 770 mil euros (cerca de R$ 3,5 milhões)

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Excalibur Quatuor, da Roger Dubuis

    O relógio de 1,1 milhões de dólares (cerca de R$ 4,33 milhões) tem um fã brasileiro bem conhecido: o apresentador Faustão. O modelo tem visual agressivo, com caixa de 48mm confeccionada em titânio e com pulseira em couro de crocodilo costurada à mão

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Sky Moon Tourbillon, da Patek Philippe

    De um lado o calendário perpétuo, média de tempo solar e fases da lua. Do outro lado, um céu estrelado com indicadores astronômicos. O Sky Moon Turbilhão está entre os relógios mais complicados e mais caros do mundo. Ele sai por 1,3 milhões de dólares (cerca de R$ 5,1 milhões)

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Hybris Mechanica à Grande Sonnerie, da Jaeger-LeCoultre

    Com um total de 26 complicações e uma produção de apenas 30 peças, o modelo tem caixa em ouro branco de 44mm, 15mm de espessura e cristais de safira na frente e no verso. O relógio custa 1,47 milhões de dólares (cerca de R$ 5,8 milhões)

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Tour de L'Ile, da Vacheron Constantin

    Com uma edição limitada de sete exemplares, o relógio comemorativo de 25 anos da marca suíça tem 16 funções com 834 componentes. O preço? Só 1,5 milhões de dólares (cerca de R$ 5,9 milhões)

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    RM 52-02 Tourbillon Skull, da Richard Mille

    O relógio com design moderno é todo vazado e apresenta mecanismo em formato de caveira. A produção foi limitada em 21 peças, que incluem 15 modelos em titânio e 6 em ouro vermelho ou branco. O preço para tanto design é de 1,85 milhões de dólares (cerca de R$ 7,3 milhões)

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Grande Complicação, da A. Lange & Söhne

    A marca alemã apresentou seu relógio cheio de complicações com mostrador branco esmaltado. Entre as funcionalidades do modelo estão a grande e pequena sonnerie, repetição de minutos, cronógrafo rattrapante com totalizador de minutos e segundos fulminantes, calendário perpétuo com indicação das fases da Lua e dois gongos afinados à mão. Informações técnicas demais pra você? Então talvez não seja o caso de pagar 1,92 milhões de euros (cerca de R$ 8,5 milhões) por ele

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Aeternitas Mega 4, da Franck Muller

    O modelo é o recordista em complicações em um relógio comercial. Com 1.483 componentes, a peça é resultado de um projeto de cinco anos. Com caixa de 42mm em ouro branco 18k e pulseira de couro de jacaré costurado à mão, ainda possui sete botões, quatro corretores e um calendário milenar. É possível comprar o modelo pela bagatela de 2,4 milhões de dólares (cerca de R$ 9,5 milhões)

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Grandmaster Chime, da Patek Philippe

    A empresa suíça criou um dos relógios mais elaborados do mundo para comemorar os 175 anos de existência. O modelo tem duas faces e dependendo do lado usado para cima, pode mostrar as horas ou o calendário perpétuo instantâneo. A caixa redonda de 47,4mm tem rotação sobre o eixo em ouro rosa 18k, 214 componentes e cristais de safira. O preço de tanta exclusividade é de 2,5 milhões de francos suíços (cerca de R$ 10,2 milhões)

    Imagem: Divulgação

Topo