Últimas de Estilo de vida

Projeto verão: saiba escolher o tênis certo para começar a se exercitar

Do UOL, em São Paulo

Começar a se exercitar foi um dos tópicos listados entre as suas resoluções de Ano Novo? Se sim, além da inscrição na academia e a realização da avaliação física, o terceiro passo é investir em um bom par de tênis adequado ao tipo de exercício físico escolhido, já que ele te ajudará tanto na performance quanto na prevenção de lesões.

Entre as atividades mais tradicionais nas academias estão a corrida, a musculação e as aulas de aeróbica. Cada uma exige um tipo de tênis diferente, sendo o de corrida o que merece maior atenção. 

É importante ter em mente que um modelo inadequado pode gerar problemas nos pés, tornozelos, joelhos, quadril e coluna. Os principais fatores que ocasionam lesões são: impacto da corrida sem amortecimento suficiente, torção ao se exercitar sem um tênis com estabilidade adequada e sobrecarga de músculos e ligamentos.

"Os tênis são fabricados para tipos de pisada diferentes. Se o modelo não for o adequado, refletirá em todo sistema locomotor, prejudicando a marcha e, consequentemente, a postura. Isso causa compensações, que podem não aparecer de um dia para o outro, mas eventualmente acabará em lesão", alerta o educador físico Eduardo Silva.

Além de Silva, o UOL conversou com os ortopedistas Artur da Fonseca e André Shecaira para te ajudar a escolher a melhor opção para entrar em forma neste verão.

Características gerais de um bom tênis
Segundo Fonseca, quando se calça um tênis é preciso sentir se ele tem a parte do calcanhar mais elevada que a região anterior, bom amortecedor dianteiro, espaço na biqueira para que os dedos possam se mexer, peito do pé preso, mas sem apertar, e calcanhar sem escorregar.

O educador físico Eduardo Silva indica sempre testar a maleabilidade do solado e a estrutura do cabedal (parte de cima). Uma forma de fazer isso é dobrar o tênis com as mãos e apertar a ponta. "Um bom tênis para correr não tem solado duro e é preciso lembrar de sempre levar em consideração o tipo de pisada."

Tipo de pisada
Existem três tipos de pisadas: neutra, supinada e pronada. A neutra é a mais comum e pode ser identificada por um arco médio na parte interna do pé. Nela, a passada é impulsionada com toda a parte frontal. A pisada supinada é a de quem tem o arco do pé acentuado e ocorre em pessoas cuja parte externa do pé, principalmente a área do dedo mínimo, é usada para impulsionar. Por último, a pronada. Nela, são utilizados a ponta do pé, o dedão e a parte interna para se impulsionar, assim o pé tende a se achatar e ficar com arco pequeno ou inexistente (pé plano).

"Sabendo disso, podemos identificar o tênis adequado ou ajustar um modelo para pé neutro com uso de palmilhas corretivas", explica o ortopedista Artur da Fonseca. "Isso é extremamente importante para ter o devido suporte no pé durante as passadas, estabilizar o giro, ajustar e absorver o volume do impacto", completa.

Modelos para atividades
Para correr, o tênis deve ser maleável e leve, para não prejudicar a impulsão e flexibilidade. Ter boa ventilação e capacidade de amortecimento de impacto também são características importantes.

Na musculação não é preciso preocupação com absorção de impacto. O importante é que o calçado seja mais resistente. "Tênis com o cano um pouco mais alto ajuda a dar maior estabilidade ao tornozelo. Assim, evita-se o processo torcional. Em função dessa característica, esses tênis costumam ser mais rígidos", comenta o ortopedista André Shecaira.

O treinamento funcional está em alta nas academias e, para praticá-lo, o tênis deve ter tanto amortecimento quanto estabilidade, já que são realizadas atividades muito dinâmicas.

Veja algumas opções de tênis no mercado

  • Divulgação

    Indicado para treinamentos funcionais

    Modelo Circuit, da Rainha. Preço: R$ 109,99. Informações: www.rainha.com.br

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Indicado para uso geral na academia, caminhadas e corridas leves

    Modelo Involve, da Olympikus. Preço: R$ 199,90. Informações: www.olympikus.com.br

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Indicado para corrida

    Modelo Rio 3, da Olympikus. Preço: R$ 229,90. Informações: www.olympikus.com.br

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Indicado para corrida

    Modelo Running, da Diadora. Preço: R$ 249,90. Informações: www.diadora.com.br

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Indicado para corrida

    Modelo KR3, da Fila. Preço: R$ 299. Informações: www.fila.com.br

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Indicado para exercícios de fortalecimento

    Modelo UA Speedform Fortis, da Under Armour. Preço: R$ 399,99. Informações: www.underarmour.com.br

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Indicado para treinamentos funcionais

    Modelo Ignite XT, da Puma. Preço: R$ 449,90 Informações: www.puma.com

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Indicado para corrida

    Modelo Ignite Mesh, da Puma. Preço: R$ 499,90. Informações: www.puma.com

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Indicado para corrida

    Modelo Sayonara 3, da Mizuno. Preço: R$ 499,90. Informações: www.mizunobr.com.br

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Indicado para corrida

    Modelo Pureboost, da Adidas + Salinas. Preço: R$ 699. Informações: (11) 3812-8743

    Imagem: Divulgação

  • Divulgação

    Indicado para corrida

    Modelo Flynit Max, da Nike. Preço: R$ 1.000. Informações: www.nike.com.br

    Imagem: Divulgação

Topo