Moda

Respondemos 11 dúvidas de moda dos leitores do UOL

Getty Images
UOL tira as dúvidas de moda dos leitores imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

O UOL abriu espaço para os leitores contarem suas principais dúvidas de moda e estilo --afinal, a gente sabe que quase sempre rola um pontinho de interrogação aqui e ali na hora de escolher o look. No portal e nas redes sociais, cada um disse o que mais gera incertezas ao montar o visual.

Acerto no uso de acessórios, aposta em peças básicas, escolha de saia midi, investimento em cores nos looks e uso de jardineira após os 35 anos foram algumas dos temas abordados pelo público. Veja abaixo as respostas para os comentários selecionados.

  • Reprodução/UOL

    Acessórios certos

    Sua altura e peso são indiferentes na hora de escolher acessórios. Se sua personalidade combina com maxicolares, plataformas altíssimas e "muito ouro", use tudo sem medo. Mas se você prefere discrição e não gosta de chamar a atenção, é melhor escolher peças mais delicadas. Se você curte acessórios impactantes, mas ainda não se sente segura pra usar, o melhor é apostar em apenas uma peça chamativa e complementar o visual com outras opções mais minimalistas.

    Imagem: Reprodução/UOL

  • Reprodução/UOL

    Disfarçar a barriga

    Os coletes, quimonos e cardigãs são peças de sobreposição e, quando usadas abertas, criam linhas verticais no visual que trazem um efeito de silhueta mais fina e longa, o que pode ser um bom truque para parecer mais magra. Para disfarçar as gordurinhas da barriga, use camisetas soltinhas ou batas que não marquem muito a região. As cores escuras são as maiores aliadas para disfarçar as imperfeições do corpo.

    Imagem: Reprodução/UOL

  • Reprodução/UOL

    Basicão

    Tá tudo liberado! Cada um pode usar tudo que mais gosta. Se você curte o trio basicão (e super confortável!) de calça jeans, camiseta e tênis, use feliz e sem preocupações. Para saber se você está acertando no look é só se olhar no espelho e se sentir linda.

    Imagem: Reprodução/UOL

  • Reprodução/UOL

    Maxi colete

    O maxi colete é uma das tendências mais fortes do momento. Como ele é amplo e acrescenta volume à silhueta, use por cima de peças mais ajustadas ao corpo. O visual fica lindo quando o colete é combinado com camisa e saia alta, por exemplo. A peça também ajuda a levantar looks mais básicos e cai bem no corpo quando usado com calça skinny e blusinha.

    Imagem: Reprodução/UOL

  • Reprodução/UOL

    Melhor sapato

    As duas sapatilhas são boas opções para complementar o look com macaquinho. Para tirar a dúvida, vista as duas opções e fotografe. Depois, compare as imagens e veja qual te agrada mais. O maxicolar dourado é impactante e pode ser usado no visual como elemento principal.

    Imagem: Reprodução/UOL

  • Reprodução/Instagram/@uolestilo

    Sem erro

    Existem três regras fáceis para não errar na hora de misturar estampas. Assegure-se de que todas as peças estampadas tenham pelo menos uma tonalidade em comum. Se uma das cores for neutra (branco, preto, cinza, marrom ou bege), a combinação será mais fácil. E, por fim, quanto menos cores, melhor. Se você ainda não se sente segura, comece com peças de apenas duas cores. Por exemplo: use uma blusa vermelha e branca com uma saia azul e branca, ou um casaco cinza e preto com uma camisa cinza e branca.

    Imagem: Reprodução/Instagram/@uolestilo

  • Reprodução/Instagram/@uolestilo

    Saia midi

    A saia midi tem a tendência de "achatar" a silhueta e fazer com que o corpo da mulher pareça mais curto. Mas qual o problema de uma mulher baixinha parecer ainda mais baixinha? Nenhum! Se você não se importa com isso, use sem medo. Um truque que pode ajudar a alongar visualmente as pernas é combinar a saia com sapatos bem abertos que mostrem o peito do pé.

    Imagem: Reprodução/Instagram/@uolestilo

  • Reprodução/Facebook

    Colorimetria

    A maquiadora, consultora de imagem e especialista no assunto Chloé Gaya explica como a colorimetria funciona: "a gente leva em consideração a cor da pele, cabelo e olhos e em quais harmonias cromáticas nos encaixamos. Existem algumas características de cores que podem combinar mais com você e a melhor forma disso ser identificado é em relação às cores quentes e frias. As cores quentes são aquelas com fundo amarelado e as frias são as com traços de azul. Você vai conseguir facilmente reconhecer isso, observando se fica melhor com peças douradas ou prateadas, por exemplo. Se for com dourado, sua harmonia é quente e se for com prata, é fria. Outra boa dica para saber se seu tom de pele é quente ou frio é observando como fica sua cor quando toma sol. Se a tendência é que sua pele fique bem avermelhada, sua harmonia cromática é fria. Se seu corpo fica com um tom dourado, é quente".

    Imagem: Reprodução/Facebook

  • Reprodução/Facebook

    Moda de inverno no calor

    Se na sua região faz muito calor, realmente não faz sentido usar casacos e peças pesadas em um inverno em que as temperaturas não baixam muito. Para se refrescar com roupas invernais, vale dobrar as mangas de blusas, abrir os botões das camisas e dispensar os acessórios. Prefira usar as cores mais escuras, como preto e azul marinho, somente durante a noite.

    Imagem: Reprodução/Facebook

  • Reprodução/Facebook

    Jardineira pós 35

    Use sim! A ideia de que mulheres mais velhas devem evitar certas peças precisam ser esquecidas. Cada uma pode usar tudo o que a faz sentir bem, sem se preocupar com as imposições e pressões sociais.

    Imagem: Reprodução/Facebook

  • Reprodução/Facebook

    Festa infantil

    Nas festas infantis, as mães precisam se lembrar que provavelmente vão precisar abaixar, correr atrás e brincar com as crianças. Por isso, o mais recomendado é investir em peças confortáveis que permitam a movimentação do corpo. Sapatos rasteiros ou com salto baixo são os ideais.

    Imagem: Reprodução/Facebook

Topo