Moda

Versace fecha lojas no Japão e muda estratégia comercial

MILÃO, Itália, 7 Out 2009 (AFP) - A marca italiana Versace fechou suas três lojas no Japão, principal mercado do luxo, embora esteja estudando abrir outras, dentro de uma nova estratégia comercial prevista para 2010, indicou nesta quarta-feira o grupo.
  • Reuters

    A estilista Donatella Versace ao final do desfile da Versace em Milão (25/09/2009)


"Após a chegada do novo diretor feral Giangiacomo Ferraris, toda estratégia da marca Versace está sendo revisada", destacou o grupo em um comunicado.

As lojas no Japão não são mais representativas da marca e o grupo considerou melhor fechá-las para começar de novo com mais força e distribuidores adequados em outros lugares.

As três lojas estavam em Tóquio, Osaka e China e foram fechadas entre julho e setembro.

"Pensamos voltar em 2010 com novas lojas", acrescentou a nota.

A Versace passou por uma intensa reestruturação em 2004 após a crise pelo assassinato em Miami em 1997 de seu fundador Gianni Versace.

A empresa recuperou suas contas em cinco anos graças ao ex-diretor geral Giancarlo Di Risio, que segundo a imprensa renunciou por seus desentendimentos com Donatella Versace, irmã de Gianni e diretora artística da marca.
Topo