Moda

Moda masculina em Milão propõe um homem urbano e colorido

Da clássica jaqueta cruzada com botões dourados ao terno completo cor amarelo esverdeado, as coleções da moda masculina para a primavera-verão 2011 apresentam em Milão uma variedade estonteante de estilos e materiais.

  • Getty Images

    Na passarela de Giorgio Armani, modelo desfila jaqueta amarela esverdeada (22/06/2010)

No último dia da Semana de Moda Masculina da meca italiana da moda, Giorgio Armani levou às passarelas um homem "urbano e solar" e, como de costume, o vestiu de bege, preto e branco, mas salpicando amarelo elétrico e verde 'chartreuse' (metade amarelo, metade verde) em cintos, gravatas, sapatos e até nos óculos de sol.

 As novas jaquetas de Giorgio Armani são ajustadas, os botões tendem a ficar abertos, exibindo vistosos peitorais, enquanto os coletes são curtos, a própria pele em algumas ocasiões substituindo as camisas e os padrões geométricos abundam, geralmente em preto e branco.

 Os detalhes de Armani são chave: "evidenciam a potência muscular", resumiu o estilista à imprensa após o desfile.

 Para evitar excessos, ele se recusa a usar xadrezes grandes ao mesmo tempo em calças e blusões e prefere usar materiais diferentes, tecidos tecnológicos, com calças leves e crepitantes.

 O couro não fica restrito aos calçados e até mesmo a píton aparece nas suntuosas jaquetas com reflexos esmeralda e verde capim.

 O umbigo é livremente mostrado e os olhos dos modelos, pintados de negro, são inspirados nos vampiros, confirmando que o mestre da moda italiana não peca pela monotonia, nem pela falta de elegância.

  • Getty Images

    Mix de cores na passarela da DSquared2 em Milão (22/06/2010)

 Abaixo as calças justas!, parece ser o lema da marca DSquared2, que se inspirou nos anos 80 para propor uma linha de jeans (brancos e pretos) com claro corte rock.

 Para tomar aquele drink a bordo do iate, jaqueta azul marinho com botões dourados, camisa imaculadamente branca e os tradicionais jeans continuam indispensáveis no guarda-roupa do homem moderno.

 As roupas desenhadas pelos gêmeos Dean e Dan Caten para Dsquared2 são clássicas, mas em cores vivas, e assim como o arco-íris, deslumbram pelo alaranjado, pelos detalhes em fúcsia, as bermudas cor verde maçã, as camisas turquesas e uma surpreendente jaqueta rosa.

 O estilo urbano predominou no desfile da italiana Iceberg: um tipo de elegância 'al mare', com listras em destaque, bem como frescos chapéus de algodão como os usados pelo cantor Jamiroquai.

 As calças vão até a panturrilha, com o avesso de tecido brilhante e usadas com botinas. As bermudas parecem ter sido cortadas com tesouras e roubadas do guarda-roupa do pai por causa das cores sóbrias: cinzas claros, branco, bege, verde claro.

 Assim como as outras grifes, a Iceberg propõe ainda o acessório indispensável para o próximo verão: a 'chalina' (tipo de echarpe leve), que se adapta a todas as ocasiões, com bolinhas, listras ou pontos.

Topo