Moda

Presidente da Dior abre desfile de Galliano criticando 'declarações infelizes'

Francois Guillot/AFP
O presidente da Maison Christian Dior, Sidney Toledano, lê uma crítica às declarações do estilista John Galliano antes do início do desfile da grife na Semana de Moda de Paris Inverno 2011 (04/03/2011) imagem: Francois Guillot/AFP

PARIS, 4 Mar 2011 (AFP) -O presidente da Maison Christian Dior, Sidney Toledano, apresentou nesta sexta-feira a coleção de John Galliano nas passarelas de Paris com duras críticas às "declarações infelizes" do estilista, que foi demitido do grupo por antissemitismo.

"O que aconteceu na última semana foi uma provação terrível e dolorosa para todos nós", disse Toledano antes do início do desfile, montado para a Semana de Moda de Paris.

"Tem sido profundamente sofrido ver o nome Dior associado às declarações infelizes atribuídas a seu estilista, independente do quão brilhante ele possa ser".

Topo