Moda

Plumas e peles são destaque na Semana de Moda em Nova York

Getty Images
Modelo apresenta peça da coleção Verão 2012 de Michael Kors imagem: Getty Images

NOVA YORK, 15 Set 2011 (AFP) -O estilista Michael Kors trouxe um tempero africano para a Semana de Moda de Nova York ao adornar com plumas e estampas animais sua coleção para a primavera 2012, enquanto a marca J. Mendel deixou peles e costas à mostra dando um toque clássico aos desfiles de quarta-feira.

Em um cenário cuidadosamente rústico, Michael Kors, que celebra o 30º aniversário de sua marca, apresentou suas "Lembranças da África", com uma série de vestidos, túnicas e minishorts com estampas de leopardo e de zebra, além de maiôs em pele de serpente usados com casacos impermeáveis ajustados e um largo cinto de couro.

Michale Kors aposta em peles para o verão
Veja Álbum de fotos
Entre os looks da coleção Kors, destacam-se os vestidos de leopardo bordados com plumas vermelhas, com ponchos estampados em tons safári, além de peças de ponto largo com grandes bolsos, usadas com sandálias gladiadoras até os joelhos.

As modelos, de cabelos presos e milimetricamente bagunçados, soltaram alguns sorrisos na passarela, deixando à mostra pequenos buracos nos looks de caxemira, cuidadosamente criados, claro.

O ator Michael Douglas estava na primeira fila, sentado junto à modelo Rosie Huntington-Whiteley e à atriz Zoe Saldana. A roqueira Courtney Love também visitou o Lincoln Center, onde mais de uma centena de estililistas mostram suas criações.

Em um desfile elétrico, Nanette Lepore apresentou seus vestidos de cores brilhantes, em rosa, amarelo e laranja fluorescente, com detalhes de renda atrevidos. Sua coleção confirmou a tendência colorida da primavera 2012, em que amarelo e laranja parecem inevitáveis, muitas vezes usados juntos na tendência "color block" (bloco de cores).

Enquanto o assunto do dia era se Madonna fecharia finalmente uma parceria com a Coty para criar seu perfume, Norma Kamali fez um desfile em 3D, com todos os espectadores usando óculos especiais e assistindo à passarela em um telão.

A grife J. Mendel, por outro lado, trouxe uma nota clássica ao dia, com longos vestidos brancos e pretos com modelagens e detalhes geométricos, costas nuas e saias de musselina abertas na altura das coxas. Fiel à história da marca, fundada em paris por um vendedor de peles em 1870, o estilista Gilles Mendel adornou suas modelos com boleros sem mangas feitos de peles brancas e azuis.

A Semana de Moda de Nova York termina na sexta-feira com esperado desfile de Marc Jacobs, que teve que adiar sua passarela por atrasos causados pelo furacão Irene. Antes de Jacobs, acontecem os clássicos desfiles Ralph Lauren e Calvin Klein.

Topo