Moda

Inspiração brasileira enche de cor e estampados a passarela londrina

Ben Stansall/AFP
Desfile da coleção verão 2012 da grife Basso & Brooke, na Semana de Moda de Londres imagem: Ben Stansall/AFP

LONDRES, Reino Unido, 17 Set 2011 (AFP) -As duplas anglo-brasileiras Basso and Brooke e Clements Ribeiro encheram de cores e estampas as passarelas da London Fashion Week, onde uma das marcas favoritas da duquesa de Cambridge, Issa London, apresenta na noite deste sábado uma coleção inspirada no Rio de Janeiro.

Basso and Brooke, pioneiros das estampas digitais na capital britânica, onde se apresentam no programa oficial desde 2005, não decepcionaram as diversas pessoas que compareceram ao desfile, realizado em um antigo prédio dos correios no centro de Londres.


Mais uma vez, as estampas foram as grandes estrelas de sua proposta para a coleção primavera-verão de 2012, em explosivas cores vivas, como o laranja, o turquesa, o violeta, o verde ou o fúcsia, mas muitas vezes com nuances de tons mais sombrios, queimados ou acinzentados, que tornam as roupas mais fáceis de utilizar.

O brasileiro Bruno Basso, artista gráfico, encontrou inspiração durante um longo percurso de carro entre Londres e Pequim, no "implacável crepúsculo siberiano, em meio a uma paisagem inóspita e brutal", e salpicou esta dura realidade monocromática com explosões de calor.

Chris Brooke, o britânico, criou a partir destes estampados naturais ou abstratos vestidos supervaporosos, muitas vezes embelezados com drapeados. As calças e os casacos são mais estruturados, mas conservam o ar despreocupado das criações desta dupla, que já vestiu inclusive a primeira-dama americana, Michelle Obama.

As estampas, embora em sua versão menos estridente, também são protagonistas na proposta do casal Clements Ribeiro, formado pela britânica Suzanne Clements e pelo brasileiro Inacio Ribeiro, que já criaram para a marca francesa Cacharel no início da década.

A dupla Clements Ribeiro apresentou uma romântica coleção na qual dominam os vestidos e as túnicas de seda com estampas florais e geométricas em tons majoritariamente azuis, coral ou cinza.

As transparências e as costas descobertas dão um toque de elegância a estas roupas, de corte simples e não ajustadas em demasia, sem botões ou zíperes.

Outra brasileira, Daniella Helayel, criadora do famoso vestido azul real eleito pela então namorada do príncipe William, Kate Middleton, para o anúncio de seu noivado em novembro passado, deve encerrar este segundo dia de desfiles em Somerset House com sua marca Issa London.

A estilista, conhecida por suas coloridas e favorecedoras criações, anunciou uma coleção inspirada em "Rio, e tudo o que o acompanha, carnaval, sol, cor e natureza".

Estes três brasileiros são apenas uma pequena mostra dos estrangeiros que apresentam a cada ano suas coleções no programa oficial da semana londrina.

"Muito do que torna a passarela de Londres especial é sua diversidade", escreveu a nova especialista de moda do jornal The Times, Laura Craik. "Londres atrai talento de todo o mundo a estudar em suas prestigiadas escolas de design", acrescenta.

Topo