Moda

Moschino faz homenagem ao toureiro na Semana de Moda de Milão

Luca Bruno/AP
Modelo apresenta coleção Verão 2012 da Moschino, em homenagem ao toureiro imagem: Luca Bruno/AP

MILÃO, 23 Set 2011 (AFP) -O famoso estilista italiano Moschino fez uma grande homenagem ao toureiro nesta sexta-feira, na Semana de Moda de Milão, com uma coleção que se inspirou no traje de batalha das arenas, destacando a lendária jaqueta curta brilhante daquele que enfrenta o touro.

Os trajes de ouro de matadores, novilheiros e picadores, em prata ou seda, se transformaram em roupas versáteis combinadas a minissaias, calças curtas e mais saias decoradas.

A Espanha, as terras do sul e monteras (chapéus de toureiro) dominam as criações de Moschino, que joga também com o poncho mexicano, os vaqueiros, as rendas, os grandes pendentes e os tons dourados, das sandálias aos looks cobertos de lantejoulas.

O estilista traz também uma moda muito feminina, carregada de todo tipo de brilhos e pedrarias, fórmula que se repetiu na maioria das coleções propostas para a primavera-versão 2012.

Apesar da crise financeira que afeta os países europeus, os estilistas propõem looks elegantes e luxuosos para os novos compradores do planeta, os países emergentes: Brasil, Rússia, Índia e China.

Segundo a mídia especializada, aumentou a presença de clientes e jornalistas desses países nas Semanas de Moda, onde impera a criatividade italiana.

Como Miuccia Prada na véspera, a estilista Donatella Versace aposta em uma mulher menos agressiva, "sensual e encantadora".

"Não sou realmente uma romântica, mas precisava adoçar a determinação da mulher", confessou Donatella, que apresentava uma coleção dominada pelo branco.

A sereia tecnológica da Versace aparece usando neoprene, um tipo de borracha sintética, combinada com cavalos marinhos e fantasias estampadas.

O italiano Antonio Marras, até julho de 2010 trabalhando como estilista da marca francesa Kenzo, propõe estampas com flores e geometrias africanas na coleção que leva seu nome, retratando as contradições do mundo burguês: domésticas que aproveitam a saída da dona da casa para se vestir com as roupas da chefe.

Desse jogo nasce uma série de looks com roupões para noite transformados com habilidade em pantalonas e jaquetas, ganhando muitos aplausos do público.

A marca italiana Etro propõe agradáveis tecidos leves, amplos e plissados, uma das tendências da temporada. A estilista Veronica Etro se inspirou nos anos 1920, no charleston e no ao mesmo tempo no futurismo para sua coleção.

No quarto-dia vão desfilar Emporio Armani e Just Cavalli, o que quer dizer esperar uma elegância esportiva e muita sensualidade na passarela milanesa.

Topo