Moda

O poder das flores e saias nos desfiles de moda masculina de Paris

François Guillot/AFP
28 jun. 2013 - Modelos apresentam criações de Dries Van Noten para o Verão 2014 durante a semana de moda masculina de Paris imagem: François Guillot/AFP

De Paris

Flores, saias estampadas e rendas delicadas dão toque feminino à semana de moda masculina de Paris que exibe suas coleções para primavera-verão de 2014. Na passarela do dinamarquês Henrik Vibskov nesta sexta-feira (28) e do belga Dries van Noten, a moda redesenhou a separação entre os gêneros.

A coleção apresentada por Vibskov, que faz parte do "Novo movimento nórdico", reunindo estilistas de vanguarda dos países do norte da Europa, foi uma amostra de sua paixão pelo detalhe e a técnica e de seu desdém pelas convenções.

O estilista dinamarquês, que estudou na famosa escola de moda londrina Central Saint Martins, vestiu muito de seus modelos com looks tirados direto do guarda-roupa feminino: saias e vestidos de modelagem A, alternados com calças trabalhadas e jaquetas com peças mais esportivas.

Além de estilista, Vibskov é diretor de cinema, artista plástico e músico, por isso a apresentação de sua coleção também foi pouco convencional: uma sala em uma área nobre parisiense foi transformada em um cenário teatral, tendo os modelos como atores de seu universo pessoal e musical.

O desfile de sexta-feira da maison francesa Martin Margiela, em preto e branco, trouxe toques femininos em bordados delicados que saíam da cintura e em suaves camisas transparentes, uma das tendências para primavera-verão 2014.

Na quinta à noite, Dries van Noten, que apresentará uma retrospectiva de seu trabalho no próximo ano no Museu de Artes Decorativas de Paris, propôs o brilho das estampas florais e vegetais com bordados ricos e dourados. Ele se transformou em um jardineiro, trazendo shorts de surfistas, calças amplas e jaquetas de flores impressas em fundo preto.

"Quero levar as flores para a cidade", disse o estilista belga após o desfile, explicando que se inspirou também em geniais e torturadas figuras como Oscar Wilde, Jean Cocteau e Jimi Hendrix, além do rei francês Luís 16.

As estampas de flores também apareceram no desfile de 3.1 Philip Lim, que vestiu os homens com hibiscos e combinou looks masculinos com femininos, assim como o estilista americano Rick Owens, que propôs saias para homens com franjas usadas com sapatilhas esportivas.

  • AP/AFP

    O desfile masculino de Rick Owens para o Verão 2014 teve presença da banda de metal Winny Puhh, da Estônia

No primeiro dia do evento, na quarta-feira, o talentoso estilista belga Raf Simons, que está à frente da direção artística da maison Dior, deu o tom da grande tendência da moda masculina para o próximo ano ao propôr para o guarda-roupa dos homens pijamas e saias misturadas com calças curtas e camisas multicoloridas.

Os desfiles continuam no sábado, quando Kenzo, Christian Dior e o brasileiro Gustavo Lins apresentarão suas propostas para o próximo verão.

O evento termina no domingo, quando a moda masculina dá passagem para as passarelas vip da alta-costura, que começam na segunda-feira.

Topo