Moda

Arte e oceano inspiram desfiles da semana de moda de Paris

Várias marcas de luxo do grupo LVMH apresentaram neste domingo, em Paris, suas propostas para a moda feminina primavera-verão 2014, com estilos muito diferentes: artístico com Céline, inspirado no oceano com Kenzo.

"O poder às mulheres", declarou nos bastidores Phoebe Philo, diretora criativa da Céline, ao resumir sua coleção.

A nova coleção é menos extensa do que as anteriores, mas conta com toque artístico, mais alegre, graças a cores vivas, mas sem leveza.

Vários de suas modelos pareciam ter recebido pinceladas, como no caso de um casaco amarelo acompanhado de um colar com toques de azul.

"Tudo é fácil de vestir nesta magnífica coleção. (...) Phoebe Philo é essencialmente uma criador para as ruas, no melhor sentido da palavra", disse à AFP Jean Jacques Picard, consultor de moda.

"Acredito que essa coleção será um sucesso comercial", apostou.

Certamente inspirará criadores e lojas de departamento, como aconteceu com os casacos XXL de coleções anteriores, tanats vezes reinterpretados ou copiados. A estilista disse recentemente ao jornal Le Monde que estava "lisonjeada em ser copiada" e que gostaria de ver suas ideias reinterpretadas.

Já os dois estilistas da Kenzo, Humberto Leon e Carol Lim, encontraram na Califórnia inspiração para sua coleção.

O estampado continua a ser o forte da marca. Para esta temporada, há grandes traços azuis representando as ondas do mar. Os criadores também pintaram peixes entrelaçados com uma mensagem denunciando "os estragos da sobrepesca", dizem.

"Porque viemos da Califórnia, o oceano sempre nos impressionou com o seu poder, por ser caráter flexível, pelo fato de ser uma fonte de vida", escreveram os estilistas em uma nota distribuída aos convidados.

A água é um elemento importante desta coleção e, portanto, o azul domina. Também estão muito presentes brancos e pretos, dispostos em padrões geométricos.

Os cortes são bastante complexos e a coleção é menos "sportswear" do que antes. "Queríamos mesclar alfaiataria e moda praia", explicam.

Por sua vez, o estilista francês Maxime Simoens apresentou uma coleção muito sexy, imaginando a parisiense como uma "amazonas". Botões em todos os lugares permitindo transformar as peças: uma saia longa pode se tornar curta, uma calça em short.

Dominam o branco e o preto, mas há também um vestido turquesa e cinza metálico - tom presente em outras coleções - que iluminam as silhuetas.

Em outro desfile de domingo assinado para a marca Chloe, a estilista Clare Waight-Keller, apostou na "sedutora fluidez" em uma coleção de silhuetas alongadas.

Em outra coleção, onde a arte também esteve presente, Andrew Gn, nascido em Cingapura, homenageou seus pintores favoritos com estampas inspiradas no cubista Georges Braque e Pablo Picasso.

Ainda devem desfilar neste domingo as modelos de Riccardo Tisci para Givenchy, e na segunda-feira será a vez de Stella McCartney e Saint Laurent apresentar suas coleções nas passarelas da Semana de Moda de Paris.

Topo