Moda

Estilistas de peso inovam na Semana de Moda de NY; conheça as tendências

De Nova York (Estados Unidos)

Com assimetrias, chapéus, babados e tricôs, estilistas de peso como Vera Wang, Ralph Lauren e Donna Karan inovaram em seus desfiles durante a Semana de Moda de Nova York.

Vera, 65 anos, uma das designers mais populares dos Estados Unidos, é adepta do pretinho básico e sua coleção Primavera/Verão 2015 não seria diferente. Ela transformou uma galeria do bairro Chelsea em uma réplica do célebre Jardins das Tulherias, de Paris, por onde as modelos caminhavam por uma passarela de ramos --um verdadeiro feito quando se está de salto alto.

A estilista disse que sua coleção tem "o espírito, extravagância e feminilidade, mas também a fraqueza e o orgulho de Maria Antonieta". Teve babados, franzidos, plissados de cintura alta, saias curtas e casacos assimétricos. A Maria Antonieta de Wang também vestiu silhuetas de seda florida e saias de tule. Tudo muito romântico.

Getty Images
Desfiles de Tome, Peter Som e Ostwald Helgason exibem saias por cima do vestido imagem: Getty Images

Gilot, a amante pintora de Picasso
Tory Burch usou o impressionante telão do fundo do horizonte do Lincoln Center para mostrar uma coleção simples, elegante e fresca, diante das janelas do Avery Fisher Hall.

Grifes de NY apostam em saias usadas por cima do vestido; o que acha?

Resultado parcial

Total de votos
Total de votos

A milionária responsável pela marca de luxo disse à AFP que se inspirou no espírito da pintora francesa Françoise Gilot, amante de Pablo Picasso. "Fico fascinada com a ideia de que ela fosse uma mulher tão forte", disse Burch à AFP. Além disso "era uma artista incrível". As peças vinham escoltadas de maxi-pingentes e bolsas coloridas.

A modelo da Victoria's Secret, Lily Aldridge, foi a convidada de honra para ver esta coleção de saias, tricôs e vestidos em tons de creme, azul marinho, branco, mostarda e cor-de-rosa.

Na segunda-feira (8), Ralph Lauren apresentou sua nova linha da Polo, com um toque urbano e boêmio, num desfile espetacularmente inovador, que usou holografias 4D.

Convidados e celebridades foram conduzidos à beira do lago Cherry Hill para admirar o espetáculo num telão de 18 por 45 metros. As modelos apareciam e desapareciam espelhadas em meio a efeitos especiais, como a ponte do Brooklyn, o High Line ou um farol.

Antes de serem levados ao local, os convidados degustaram lagostas, míni-hambúrgueres e salada de abacate com molho de espumante.

Chapéus imponentes 
Se a modelo não é suficientemente alta, a estilista nova-iorquina Donna Karan a faz crescer desfilando chapéus do londrino Stephen Jones.

"Acho que eu não conseguiria passar pela porta", disse, nos bastidores, a 'altíssima' Karlie Kloss, ao ser perguntada se levaria o adereço dourado que usava na cabeça a uma festa.

"Adoro chapéus, especialmente na primavera e no verão", afirmou Karan, após apresentar esta coleção que é, como de costume, uma celebração de Nova York.

O estilista norte-americano Phillip Lim, conhecido por sua elegância e originalidade simples, disse que encontrou a inspiração para sua nova coleção dentro de um quarto. Após começar uma reforma em outubro do ano passado, Lim se trancou no cômodo e o sentimento de estar protegido surgiu como inspiração.

Topo