Moda

Semana de Moda de NY chega ao fim; veja resumo das principais tendências

De Nova York (Estados Unidos)

Depois de mais de 300 shows e desfiles dramáticos e espetaculares, a Semana de Moda de Nova York termina nesta quinta-feira (11) com Ralph Lauren, Calvin Klein, J. Mendel e Marc Jacobs. A pergunta que fica no ar é: o que usar?

Os refletores se voltam agora para Londres, próxima parada dos fashionistas. Mas, enquanto isso, já podemos entrever as principais tendências para a Primavera/Verão 2015 e lembrar os momentos mais marcantes na Big Apple.

O que usar?

A Primavera/Verão 2015 de Nova York está marcada pelo ressurgimento dos xadrez 'Vichy', que finalmente reivindicam seu lugar na moda após anos de marginalização em toalhas de mesa e guardanapos.

Também chegaram com força o top cropped, acima do umbigo, muitas vezes combinados com saias ou calças de cintura alta.

Apareceram também muitas estampas floridas nas passarelas de Michael Kors, Carolina Herrera e até Victoria Beckham, assim como saias de babados na altura dos joelhos, sandálias plataforma altas e tecidos tecnológicos emprestados do mundo dos esportes, como o neoprene.

O xadrez apareceu nos elegantes conjuntos de tailleur azul e preto da marca de luxo Altuzarra e nos vestidos de musseline de Diane von Furstenberg. Oscar de la Renta levou a ideia ao extremo para usar à noite e Jeremy Scott usou o tecido em minissaias amarelas, verdes e beges.

Os tops ultracurtos e trançados foram um dos pontos fortes da coleção de Alexander Wang, mas apareceram também nos desfiles de Oscar de la Renta, Phillip Lim, Delpozo, Cushnie Et Ochs, Tome, Marc by Marc Jacobs, Diesel black Gold, Lela Rose e DKNY.

A venezuelana Carolina Herrera misturou e retrabalhou materiais normalmente usados nas roupas de mergulho para apresentar vestidos e conjuntos de linhas doces e ultrafemininas.

Os tecidos metálicos também apareceram em bolsas e gabardines nos desfiles das marcas Peter Some, Versus Versace e Calvin Klein.

Para adornar os pensamentos, Donna Karan, Thom Browne, Gareth Pugh e Tibi trouxeram a proposta de chapéus vertiginosos. J Crew também elegeu o chapéu, mas em versões mais fácil de usar.

Os desfiles foram... desfiles?

Não necessariamente. A palavra de ordem foi o exagero. Em um cenário que lembrava um festival de rock dos anos 70, Tommy Hilfiger apresentou uma coleção muito roqueira em um desfile aberto por Georgia May Jagger, filha de Mick Jagger e Jerry Hall.

Ralph Lauren abandonou o desfile tradicional para sua linha Polo e preferiu projetar sua proposta em um espetacular 4D holográfico usando como tela o espelho d'água de um lago do Central Park com direito até a névoa sobre os espectadores.

A marca Opening Ceremony apresentou sua nova coleção como uma peça de teatro apresentada pelo diretor Spike Jonze ("Quero Ser John Malkovich"), apresentando na passarela uma divertida sátira do mundo da moda.

O desfile da linha Marc by Marc Jacobs teve toques de festa rave com luzes de laser, enquanto o inglês Gareth Pugh (que estreou em Nova York mas já vestiu Lady Gaga) ofereceu um espetáculo "de imersão": sem uma passarela oficial, mas em uma festa com bailarinas, telas gigantes e névoa artificial.

Quem deu o que falar?

Britney Spears e Miley Cyrus, logicamente. A primeira apresentou sua primeira linha de lingerie; segunda, uma série de objetos no meio do caminho entre a arte visual e o acessório usável, em um desfile em colaboração com Jeremy Scott.

Entre os accessórios e/ou esculturas com a assinatura de Miley estavam um cano d'água de metro e meio, um vibrador com um cigarro de maconha atado, um chapéu de festa com um iPod e uma máscara com pequenos ursos brancos.

A tenista Serena Williams, ainda em comemoração por sua recente vitória no Aberto dos EUA, também apresentou uma coleção, mas elegante, colorida e esportiva. O ex-jogador de futebol e celebridade David Beckham colaborou com a marca Belstaff em uma linha de jaquetas de motociclistas.

Circularam também nos desfiles do evento celebridades como Rihanna, em Alturzarra e Alexander Wang; Nicky Minaj, Jennifer Hudson e Sarah Jessica Parker na Gareth Pugh; Dakota Fanning na Rodarte e Kiernan Shipka (Sallly Draper en "Mad Men") em Zac Posen.

Topo