Moda

Coleções de novos estilistas abrem a Semana de Moda de Paris

De Paris (França)

As coleções de novos estilistas abriram nesta terça-feira (23) os desfiles de moda feminina em Paris, que no sábado (27) terá a despedida do veterano Jean Paul Gaultier das passarelas de prêt-à-porter.

Como um sinal de renovação, duas marcas estrearam no primeiro dia da temporada primavera-verão 2015: Anrealage, do estilista japonês Kunihiko Morinaga, e a americana e urbana Hood By Air.

Já Pascal Millet apresentou na coleção "Miami Twist" uma moda desinibida, com opções de tules e transparências para a noite.

Outros estilistas jovens passaram pelas passarelas, como o autodidata Jacquemus e Lea Peckre, que trabalhou no ateliê de Gaultier antes de se lançar carreira solo em 2012.

Gaultier anunciou a semana passada, aos 62 anos, que o desfile do próximo sábado será o último de sua carreira no prêt-à-porter, mas continuará criando para a alta-costura.

A inesperada saída de um dos estilistas mais criativos da história da moda francesa era o principal assunto no primeiro dia de desfiles em Paris, que vão encerrar a temporada após as passarelas de Nova York, Londres e Milão.

O iconoclasta "enfant terrible da moda" abandonou a carreira criticando a pressão da indústria, que não dá tempo suficiente para a criação, impondo um ritmo puramente comercial.

Gaultier "teve uma carreira incrível, realmente incrível. Foi uma grande fonte de inspiração para mim", disse a estilista Corrie Nielsen, instalada há anos em Londres.

Em um desfile organizado no bairro do Louvre, Nielsen apresentou uma coleção com inspiração nos anos 60 e nas atrizes Brigitte Bardot e Jane Birkin, com toques retro-futuristas saídos da família Jetson.

O Kaiser e seu jornal

A partir de quarta-feira (24) começam a desfilar em Paris as coleções das maison consagradas que marcam as tendências da moda mundial: Balenciaga, Nina Ricci, Lanvin, Christian Dior, Saint Laurent, Louis Vuitton e Hermès.

Fora do programa oficial, o brasileiro Gustavo Lins apresentará sua coleção de alta-costura Primavera/Verão 2015.

Segundo a Federação Francesa de Alta-Costura e Prêt-à-Porter, o evento parisiense, cujo programa incluiu 93 coleções de estilistas de 24 nacionalidades diferentes, recebe cerca de 5 mil jornalistas especializados, compradores, fashionistas e convidados especiais.

Entre os jornalistas que acompanham o evento este ano há um nome inesperado: Karl Lagerfeld, que em 30 de setembro apresenta sua coleção para Chanel e aproveitou a ocasião para lançar seu próprio "jornal" de difusão global, em versão papel ou eletrônica.

A primeira edição do "The Karl Daily" cobre várias editorias em 20 páginas, mas todas giram em torno de um tema único: Karl Lagerfeld. Um dia na vida de Karl, os "problemas" na inauguração de sua nova loja em Londres, seus lugares favoritos em Paris.

Há toda uma compilação de frases do "Kaiser da moda": "gosto da loucura com disciplina", "lamentar seu próprio passado é o princípio da falta de futuro" ou "a felicidade não é dada de antemão, demanda trabalho e esforço".

Para que as más línguas não critiquem esse editor um pouco obcecado com sua própria imagem, o jornal tem vários artigos falando apenas de sua gata Choupette, como "Monstro ou princesa?", além de quadrinhos sobre seu animal de estimação.

Topo