Moda

Romântica, natural ou séria: grifes classificam a mulher do Verão 2015

De Paris (França)

Romântica para Rochas, natural para Dries Van Noten, ou mais séria segundo Guy Laroche, a mulher elegante tem muitas opções na hora de se vestir para o próximo verão, inspirada nos desfiles de prêt-à-porter apresentados nesta quarta-feira (24) em Paris.

Respeitando os códigos da maison Rochas, o italiano Alessandro Dell'Acqua apresentou uma coleção destinada a uma mulher romântica com toques de modernidade.

Vestidos com saias amplas - algumas até o chão - jogam com transparência e muito tule, exageram nas curvas femininas, principalmente nos quadris. Algumas golas são muito justas, emprestando um toque sério ao conjunto.

Já a cintura é altíssima: em alguns looks acima do busto, o efeito é do tradicional quimono. "O cinto 'obi' ficou um pouco mais esportivo", disse Dell'Acua em entrevista à AFP após o desfile.

Segundo o estilista napolitano, à frente da criação para Rochas há um ano, sua coleção "mistura uma mulher leve, romântica, mas que também tem traços 'sport'. É, sem dúvida, uma mistura de situações, com toques do início dos anos 1900 - com elementos atuais" de sportswear. Dominam os tons de carne e verde-água. Para a noite, conjuntos pretos ou em um espetacular dourado.

Séria, sexy, mas sem exageros
Segundo o estilista Marcel Marongiu, a parisiense elegante, na hora de se vestir, "mistura, tem estilo próprio e não é uma vítima da moda". Sua coleção para Guy Laroche, fácil de usar, trabalha com contrastes, apesar de ficar na maior parte do tempo dentro de um grande rigor formal.

A elegância vem antes da tendência, e o estilo supera a moda. "É sério, mas alegre, sexy mas não sexual", explicou o estilista à imprensa após o desfile.Seus modelos exploram os códigos andróginos que fazem parte do DNA da maison Guy Laroche, com macacões usados como smokings com top de biquíni.

O estilista utiliza novos materiais e formas de misturá-los, graças a uma técnica a laser, bordados com acrílico e tecidos à mão. O resultado é artesanal e ao mesmo tempo futurista, discretamente sofisticado.

Sonho de uma noite de verão
O verão sonhado por Dries Van Noten está povoado de mulheres com cabelos longos e bagunçados como as heroínas pré-rafaelitas e seus vestidos brilhantes, ou listrados: o belga apresentou um hino à natureza.

A passarela é uma floresta feita à mão, imitando vegetação, e se ouve o canto de pássaros. O sonho começa com uma sucessão de materiais suntuosos, brilhantes e leves em bermudas, calças e vestidos.

Fiel ao estilo chique e boêmio da marca, a coleção mistura estampas e listras, além de túnicas muito leves usadas com calças. A paleta de cores é inspirada no quadro "Ofélia" do pintor John Millais, pré-rafaelita inglês do século XIX.

"É o sonho de uma noite de verão", disse à imprensa o estilista, que trabalha na Antuérpia. A mulher que se veste de Van Noten "gosta da natureza, de ir aos festivais de música, não seguir as regras: usa o que quer".

O desfile teve como espectador o rapper americano Kanye West. Dries Van Noten definiu a coleção como "uma grande quantidade de roupa bela feita com materiais também muito belos".

Talvez para romper com o caráter onírico da coleção, os conjuntos eram usados com sandálias brutas, brancas, de estilo sportswear, deliberadamente "ancoradas no solo", disse Dries Van Noten.

Topo