Moda

Com orçamento de US$ 20 milhões, desfile da Victoria's Secret agita Londres

De Londres (Inglaterra)

A famosa marca americana de lingerie Victoria's Secret realizou nesta terça-feira (2), em Londres, seu desfile anual, com música e modelos de maior renome mundial, como as brasileiras Adriana Lima e Alessandra Ambrosio, além da espanhola Blanca Padilla.

A noite no Earl's Court Exhibition Centre também contou com a holandesa Doutzen Kroes, a sul-africana Candice Swanepoel, a americana Karlie Kloss e a namibiana Behati Prinsloo - todas elas entre as 21 modelos mais bem pagas do mundo, segundo a revista Forbes.

Sete brasileiras fizeram parte do desfile: Adriana Lima, Ambrosio, Barbara Fialho, Daniela Braga, Lais Ribeiro, Isabeli Fontana e Izabel Goulart.

"Este é um dos maiores espetáculos para uma modelo", disse à AFP a sueca Elsa Hosk. "É uma grande publicidade para nós", acrescentou.

Na música, o elenco incluiu a cantora country-pop Taylor Swift, o inglês Ed Sheeran, a americana Ariana Grande e o irlandês Andrew Hozier.

Sutiãs de pedras preciosas
Apelidadas de "angels" (anjos, em inglês), as modelos da Victoria's Secret sempre desfilam de roupas íntimas e adornadas com enormes asas.

O desfile, que durou pouco menos de uma hora, teve início com uma mostra de peças brancas e douradas e asas de ouro.

Sheeran cantou "Thinking Out Loud", que serviu de trilha sonora para a segunda parte, mais colorida e inspirada em viagens exóticas.

As duas estrelas da noite abriram esta segunda parte. Adriana Lima e Alessandra Ambrosio desfilaram vestindo os "Fantasy Bras", sutiãs de luxo criados pelo joalheiro Mouawad, cada um com 16 mil pedras preciosas, incluindo diamantes, rubis e safiras, e estimados em dois milhões de dólares cada um.

A terceira parte foi dedicada aos sonhos, com uma decoração rosa, sofás de couro branco e balões de pérolas. Foi Taylor Swift quem acompanhou essa seção com sua canção "Space Blank".

Com uma mudança total de ritmo, a quarta parte dedicou-se à linha Pink e foi animada pela americana Ariana Grande, que cantou com muita energia três canções. Os conjuntos com estampas de pele de leopardo e cores vivas foram predominantes nessa marca que é voltada principalmente a estudantes.

Em seguida, o desfile se voltou para uma atmosfera etérea com árvores brancas decoradas, folhas de outono e a música "Take me to Church" do irlandês Andrew Hozier. As lingeries eram de cores pastéis, verde e rosa, e as asas transparentes.

Taylor Swift voltou ao palco para a última parte do desfile, que foi encerrado com as 47 modelos na passarela.

Um custo de 20 milhões de dólares
Com um orçamento de 20 milhões de dólares, "é o maior espetáculo que já organizamos", disse à AFP Ed Razek, diretor de marketing da Victoria's Secret.

O desfile desta terça-feira (2) será transmitido no dia 9 de dezembro pelo canal americano CBS em aproximadamente 200 países. Espera-se que reúna milhões de espectadores.

A Victoria's Secret, criada em 1997, conta com uma enorme popularidade e alcançou, no ano passado, 6,680 bilhões de dólares em vendas.

Topo