Últimas de Estilo de vida

Semana Masculina de Milão termina com tendência de feminização dos looks

De Milão (Itália)

A Semana de Moda de Milão termina nesta terça-feira (20) revelando uma tendência à feminização do homem, assim como um gosto pronunciado por peças confortáveis e acessórios.

Gigantes da moda italiana, Prada, Gucci, Versace e dezenas de outras apresentaram sua coleção masculina para o Inverno 2015 e defenderam durante quatro dias o título de "capital da moda" ostentado pela cidade lombarda.

Ainda que a moda masculina continue relegada ao segundo plano frente a feminina, o setor afirma que trata-se de um mercado em ascensão.

Na Versace, a cifra de negócios de ambas seções (masculina e feminina) tem "exatamente a mesma importância", declarou esta semana o diretor geral do grupo, Gian Giacomo Ferraris, à revista Fashion.

As fábricas e armazéns italianos esperam se beneficiar da presença dos visitantes da Exposição Universal de Milão, calculados em 20 milhões.

Com a perspectiva da Exposição Universal, um consórcio de lojas inaugurou no último sábado uma "rua do homem" no célebre Quadrilátero da moda, antigo bairro milanês que tem grande concentração de lojas de luxo.

O estilo viril voltou em favor de peças mais unissex e confortáveis, como parcas amplas e sapatos pesados.

Os looks ganham personalidade com pequenos detalhes, como um único botão dourado para a Versace, ou o patchwork para a Fendi, atendendo à grande demanda pela customização.

Para o estilista italiano Roberto Cavalli, que também apresentou sua coleção na manhã desta terça-feira, o objetivo é: "Todo homem deve gostar! Quero ajudar os homens a viver melhor!".

Topo