Últimas de Estilo de vida

Branco e pérolas predominam no tapete vermelho do Oscar 2015; veja looks

Como aconteceu no ano passado, a chuva marcou presença em Los Angeles, neste domingo, dia da 87ª festa da entrega do Oscar, o principal prêmio da indústria do cinema, mas não atrapalhou. O toldo instalado na frente do Teatro Dolby protegeu as celebridades que desfilaram no tapete vermelho mais glamouroso do mundo, em Hollywood.

Indicada à categoria de Melhor Atriz Coadjuvante por "Boyhood: da infância à juventude", Patricia Arquette foi uma das primeiras a chegar, com um Rosetta Gettys branco e preto, que deixava um dos ombros à mostra. "É uma história maravilhosa que fala de seres humanos e de crianças que crescem", disse ela à CNN, sobre "Boyhood".
 
Seu marido no filme, o ator Ethan Hawke, apareceu logo depois, com um smoking clássico. "Não acho que vá viver a mesma aventura", admitiu, referindo-se à experiência de trabalhar em uma produção que levou 12 anos para ser concluída. "É um filme profundamente americano, muito de classe média", comentou.
 
O branco foi a cor escolhida por Julianne Moore, favorita para levar a estatueta de melhor atriz, por "Para sempre Alice". "Karl Lagerfeld fez para mim!", revelou a atriz.
 
A ganhadora do Oscar de melhor atriz coadjuvante do ano passado, Lupita Nyong'o ("12 anos de escravidão"), também usou branco, em um luxuoso modelo feito com seis mil pérolas. A criação é do brasileiro Francisco Costa, diretor criativo da Calvin Klein.
 
Outra adepta do branco, a francesa Marion Cotillard se manteve fiel às raízes, com um Dior Couture longo de lantejoulas. "Sempre sonhei com a glória, mas nunca pensei que faria parte da família americana do cinema", comentou, sorridente, em entrevista ao canal "E!", que transmite a cerimônia.
 
O prata e vermelho também fizeram a cabeça das celebridades. Naomi Watts deslumbrou com um longo Armani cinza-prata e preto e um espetacular decote nas costas. Já Rosamund Pike brilhou com um delicado vestido vermelho com fenda frontal.
 
Felicity Jones ("A Teoria de Tudo") usou um Alexander McQueen com pérolas bordadas, enquanto Dakota Johnson, filha de Melanie Griffith, também foi de vermelho.
 
Anna Kendrick, que está em "Caminhos da floresta", escolheu o salmão, com um decote revelador, enquanto Gina Rodríguez, que brilha na série "Jane the Virgin", optou pelo azul. Cate Blanchett, Sienna Miller e Margot Robbie não arriscaram e preferiram o preto.
 
Os homens também foram tradicionais no modelo, escolhendo o clássico smoking, mas ousaram nas cores, ou nos acessórios.
 
J.K. Simmons, que disputa o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante ("Whiplash: em busca da perfeição"), usou um charmoso chapéu. David Oyelowo ("Selma") ousou com um grená, e Eddie Redmayne ("A teoria de tudo"), com azul. "Chove. É formidavelmente britânico", brincou Eddie.
 
A ausência de atores negros entre os indicados na edição deste ano --a primeira vez que isso acontece desde 1998-- inflamou o debate sobre a diversidade entre os 6.124 membros da Academia das Artes e Ciências Cinematográficas americana. Várias organizações anunciaram que protestariam na frente do teatro, mas a calma prevaleceu no tapete vermelho.
Topo