Moda

Karl Lagerfeld diz que Coco Chanel "teria odiado" seu trabalho na grife

Getty Images
Karl Lagerfeld, que está à frente da Chanel desde 1983, falou com a imprensa durante abertura de mostra dedicada à grife imagem: Getty Images

Karl Lagerfeld, diretor artístico da Chanel, disse nesta terça-feira (13) que Coco Chanel "teria odiado" seu trabalho. Ele estava na abertura de uma exposição dedicada à marca em Londres. 

"Imagino que não estaria de acordo comigo [...] Teria odiado [meu trabalho]", disse Lagerfeld à imprensa, antes da apresentação na Galeria Saatchi da mostra "Mademoiselle privé".

"No final, ela detestava minissaias. Se você começa a ir contra a moda de uma época, tem um problema", disse sobre a estilista morta em 1971.

"Quando comecei a dirigir a Chanel, em 1983, todo mundo disse 'não toque nisso, está morto'. E foi isso que me divertiu. Era como um desafio, e funcionou cem vezes melhor do que pensei que poderia funcionar", acrescentou.

Perto dos 80 anos (o diretor mantém sua data de aniversário exata em segredo), Karl Lagerfeld disse mais uma vez não ter a intenção de se aposentar, lembrando que tem "um acordo vitalício" com a Chanel e que vários membros de sua família alcançaram os 100 anos.

A exposição "Mademoiselle privé", aberta até 1 de novembro, oferece uma "viagem às fontes de criação da Chanel", com várias salas que combinam o trabalho de Coco e Karl Lagerfeld.

Topo