Moda

Gucci, Etro e Armani propõem inverno entre o tecnológico e o natural

AFP
Desfiles de Armani, Gucci e Etro na Semana de Moda Masculina de Milão imagem: AFP

As tradicionais marcas Gucci, Etro e Emporio Armani apresentaram nesta segunda-feira (18), em Milão, suas novas coleções para o Inverno 2017 com peças para um homem ao mesmo tempo tecnológico e natural.

Empório Armani
Para sua linha esportiva, o grande mestre da moda italiana, Giorgio Armani, propôs um guarda-roupa em constante transformação, em que a "geração digital" veste trajes tecnológicos e confortáveis, que inspiram dinamismo, inovação e riqueza.

O homem Armani para o inverno veste preto ou cinza, combina couro, denim e tecidos térmicos, usa luvas nas mãos e até o capacete, como um esquiador que está prestes a descer as pistas mais difíceis antes de se dedicar às suas atividades urbanas.

Para isso, veste ternos confortáveis em todos os tons de cinza e usa uma bolsa grande. As peças também são grossas e os casacos, amplos como as echarpes.

Gucci
A primeira coleção masculina de inverno, assinada por Alessandro Michele para a firma florentina denota a sensibilidade do estilista e seu amor pela natureza, com uma forte inspiração poética.

As estampas de flores, o pijama de seda, os gorros altos e os chapéus grandes com bordados à moda peruana combinam com casacos enfeitados com brocados ou desenhos de pelúcia, enquanto as camisetas trazem impressos o Snoopy e as camadas de listras trazem o tema "o amor é cego". Trajes que falam da infância, mas também do presente.

Etro
"Corra rapaz, este mundo não foi feito para você", canta Woodkid durante o desfile da coleção desenhada por Kean Etro, autor de um curta-metragem intitulado "O Estado da Natureza", que tem como lema, "Tudo o que é bom está livre na natureza".

E a natureza, "vibrante e espontânea", inspira o estilista. O homem Etro para o próximo inverno é sonhador, um jovem com espírito romântico e radical, que "vive em uma atmosfera de reflexão, mas também com poder".

Ele veste jaquetas e suéteres com costas amplas e de colarinho alto, algumas com lantejoulas de cores fortes: azul royal, vermelhão, verde pinheiro, chocolate.

A maioria é de cashmere, tweed, jacquard, outras de leopardo ou tigre para um homem que não teme "a força animal". Chama atenção a jaqueta curda com cauda, com um único botão na frente. A coleção também brinca com as raízes da empresa familiar, fundada em 1968.

 

Topo