Moda

Fashion Rio e Rio-à-Porter fazem balanço positivo

Rio de Janeiro - O Fashion Rio e o Rio-à-Porter, seu braço para negócios, foram encerrados ontem com saldo positivo. A semana de moda carioca só evoluiu com a chegada de Paulo Borges, no posto de diretor criativo há sete meses - mais enxuta do que em anos anteriores, ficou também mais profissional. O Rio-à-Porter terminou com bons números: o volume de vendas para o mercado nacional foi de R$ 526 milhões, contra R$ 376 milhões da edição de janeiro de 2009.

 

Realizado nos mesmos quatro dias do Rio-à-Porter (de domingo a ontem), o Fashion Business, na Marina da Glória, evento paralelo, divulgou suas cifras igualmente animadoras. O crescimento nas vendas foi de 18%.


Com relação aos desfiles, Borges se mostrou contente quanto às mudanças: menos atrasos e mais organização. Já de olho no Fashion Rio de verão, o mais importante para a cidade, entre 28 de maio e 2 de junho, Borges anunciou que um espaço ainda maior do Píer Mauá será usado.


Novidades


Nesta edição, a novidade foi a estreia carioca de seis grifes. Quatro delas desfilaram ontem: Nica Kessler, Patachou, Andrea Marques e New Order. Nica trouxe uma coleção bem feminina, com vestidos cheios de babados e estampas florais, em tons de rosa. A leveza de seus tecidos se contrapunha aos casacos e mantôs pesados. A jovem estilista quis dar um tom romântico ao visual urbano de inverno. A mineira Patachou se inspirou na chuva. Correntes e tachas estão presentes nas roupas estilo armadura das modelos, em contraponto com peças em tricô, sua especialidade.


Andrea Marques fez uma bela estreia no Fashion Rio. Ela foi estilista da grife carioca Maria Bonita Extra até 2007, e pela primeira vez fez um desfile solo. Sua coleção de vestidos com estampas delicadas, tecidos leves e algumas transparências foi bastante aplaudida. Os vestidos são ajustados por cintos e as mangas aparecem bordadas com microcristais.


A New Order, a loja de acessórios do grupo Osklen, também debutou no Fashion Rio ontem. A marca mostrou bolsas, sapatos e bijuterias com inspiração no universo canino. Bem-humorada, criou tênis, bolsas e mochilas de pelúcia, e até sapatos de noite com rabinho atrás. Pingentes de osso, broches com pegadas e bolsas e sapatos com coleiras divertiram a plateia.


Entre as tendências mostradas pelas 27 grifes estão: pernas de fora, ombros em destaque, alusões ao universo roqueiro e leggings coloridos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
 

Topo