Moda

Estilista Roberto Cavalli diz temer consequência da crise econômica

Antonio Calanni/AP
Modelo desfila look de Roberto Cavalli na semana de moda de Milão imagem: Antonio Calanni/AP

Milão - O estilista italiano Roberto Cavalli disse que a crise econômica que atinge a Itália prova "um grande vazio", o qual lhe "dá medo".  A declaração foi dada aos jornalistas pouco antes do desfile da marca dele no penúltimo dia da Semana de Moda de Milão - Verão 2012.
   
"Sou um antifascista, mas lembremos que Mussolini chegou em um momento de crise similar a essa e este é o meu temor", disse o estilista.
Questionado se tem medo dos governantes da Itália, ele respondeu que "não considero [o premier Silvio Berlusconi como Mussolini, ele é mais bonachão".
   
Cavalli ainda apontou que teme "qualquer coisa de pior, mas o meu medo é um temor jogado no ar". "Mas lembrem-se que no início Mussolini era um socialista", acrescentou.

Topo