Moda

Valentino vai pagar US$ 43 milhões à Itália por evasão fiscal

da Efe, em Roma

O estilista italiano Valentino Garavani - criador da exclusiva firma de moda que leva seu nome - terá que pagar ao fisco da Itália uma multa de 33 milhões de euros (US$ 43,8 milhões) imposta pelas autoridades italianas por evasão fiscal, informa hoje a imprensa local.

Fotos: Valentino Verão 2009

Reuters

Reuters

O estilista italiano Valentino Garavani, que terá de pagar uma multa de US$ 43 milhões ao fisco italiano por evasão fiscal


Valentino e seu sócio Giancarlo Giammetti --multado em 22 milhões de euros (US$ 29,2 milhões)-- são alguns dos nomes conhecidos que o fisco italiano inclui dentro de uma campanha de investigação a personagens populares da Itália.

Segundo os investigadores fiscais, Valentino e seu sócio evadiram o pagamento de vários impostos à Itália ao fixar uma residência "fictícia" em Londres.

Foi da capital britânica que Valentino e Giammetti emitiram hoje um comunicado de imprensa pelo jornal italiano "La Stampa". Eles confirmaram a multa, mas disseram que sua residência e interesses econômicos estão agora em Londres.

"Valentino Garavani e Giancarlo Giammetti transferiram sua residência e todos seus interesses a Londres. Já anteriormente, sua posição a esse respeito tinha sido objeto de verificações e tinha sido julgada, em qualquer aspecto, legítima e regular", afirma a nota.

"Se hoje há a intenção, com uma iniciativa inesperada e surpreendente, de retomar o caso, Valentino Garavani e Giancarlo Giammetti estarão, como sempre, dispostos a oferecer todos os esclarecimentos que possam ser requeridos por parte dos órgãos competentes", conclui o comunicado.
Topo