Desfiles

Shorts são tendência na Primavera-Verão 2010

Roma, 23 jun (EFE).- Os estilistas Domenico Dolce e Stefano Gabbana, diretores da famosa Dolce&Gabbana, apresentaram hoje, na Semana da Moda Masculina de Milão, sua nova coleção, baseada em shorts curtíssimos, que imitam pijamas.

  • EFE

    Modelos desfilam looks da D&G para o Verão 2010


Os designers italianos foram atrevidos, com uma linha masculina que apresentam um frescor para a coleção Primavera-Verão de 2010, para os homens que não têm vergonha de usar shorts curtíssimos.

Mas a Dolce&Gabbana também apresentou propostas mais sóbrias, baseadas no clássico calça de couro e jaqueta americana, cruzadas com grandes lapelas, para satisfazer os homens mais conservadores.

Dolce e Gabbana retomaram o uso do denim em outras peças, como camisas que combinam com os shorts do mesmo tom e sapatilhas com grandes linguetas, típicas dos anos 80.

Entre as propostas mais cômodas destacam-se os conjuntos de calças e camisa jogada, que dão um ar de comodidade total, inspirados em pijamas de verão com tons claros.

Os irmãos canadenses Dean e Dan Catem, criadores da marca canadense DSquared2, apresentaram propostas campestres inspiradas na linha "escoteiro", com roupas rústicas, mantendo a tendência de shorts curtíssimos.

Os modelos desfilaram mochilas de lona impermeável, chapéus de pescador e botas, para um homem que se preocupa com a aparência até quando pratica atividades ao ar livre no fim de semana.

A maior parte das propostas, de inspiração urbana para um mundo rural, era uma mistura de calças curtas com assessórios como gravatas muito sóbrias e leggings.

  • EFE

    Modelo desfila look da DSquared 2 para o Verão 2010


Os canadenses se atreveram com estampas militares, chapéus de pescador e bonés parecidos com os típicos de turistas, em uma proposta que combina comodidade com vontade de estilo, para um homem preparado para qualquer coisa em seus momentos de lazer.

Entre os modelos mais radicais, estava um sunga alaranjada, combinado com um colete salva-vidas, meias azuis e galochas verdes.

A coleção da Emporio Armani coincidiu com a dos canadenses, seguindo a tendência de curtos shorts acima do joelho, combinados com camisetas, camisas e jérseis finos, principalmente na cor laranja.

A linha mais descompromissada do desenhista italiano apresentou grandes bolsas como complemento de suas propostas.

A marca italiana se atreveu com meias soquetes de cores claras e sapatos escuros, junto com shorts em cores fortes, apesar da sobriedade do corte das peças.

Para apresentar sua linha mais jovem, a Giorgio Armani levou modelos em bicicletas à passarela de Milão, com calças de tecidos de aspecto metálico e sapatilhas brancas esportivas, que deram um ar praiano à coleção.

Já a Iceberg mostrou nas passarelas de Milão um homem que brinca com os tecidos, que combina o clássico com o esportivo, na temporada mais quente do ano que vem.

Topo