Moda

Kenzo apresenta em Paris coleção inspirada no Saara

Paris, 7 out (EFE).- O estilista italiano Antonio Marras nunca esteve no Saara, mas hoje, em Paris, transportou para este famoso deserto africano todos os convidados para o desfile de verão da Kenzo.
  • AFP

    Modelo apresenta look da Kenzo para o Verão 2010


Elegante, a moda prêt-à-porter apresentada pela grife teve como principal fonte de inspiração a escritora, exploradora e cartógrafa francesa Freya Stark, famosa pela frase "Não pode haver felicidade se as coisas nas quais acreditamos são diferentes das que fazemos".

O resultado visto na passarela montada no Palácio de Tóquio, símbolo da arte de vanguarda na França, foram criações amplas, fluidas, coloridas e com referências militares e a elementos da natureza.

Para a temporada Primavera-Verão 2010, Marras apostou em cores vivas, como fúcsia, turquesa, azul-violeta e laranjas e verdes cítricos, e em tons mais sóbrios, como verde musgo, azul marinho, preto e branco.

Os looks do estilista incluíram ainda estampas florais e geométricas, motivos abstratos, mosaicos, listras e xadrezes.

Confirmando uma das tendências da estação, a Kenzo também levou para a passarela peças volumosas em tule, seda, musselina e renda, a maioria delas em tons crus e terrosos.

Outro destaque da coleção foram os suntuosos bordados de lantejoula em trajes para a noite, as calças em diferenres comprimentos e os looks total white pontuados por leves toques em dourado.

Já o libanês Elie Saab, famoso pelos vestidos leves e fluidos, desfilou modelos longos e curtos, nas cores areia, preto, cereja e azul.

O toque de sobriedade e elegância do estilista, que tem mulheres de importantes líderes políticos do Oriente Médio entre suas clientes, ficou a cargo das alças e do drapeado dos vestidos.
Topo