Moda

Roupas inteligentes, um novo jeito de se vestir

Carmen Martín

Madri, 17 jan (EFE).- Roupas que levantam o ânimo, que mantêm a temperatura corporal, que acalmam ou que repelem mosquitos fazem parte do conceito de roupa inteligente, "uma forma de se vestir que junta design e tecnologia para viver melhor", explica a estilista Laura Morata.
 

Após anos de pesquisa, Morata, dona da grife Madre Mía del Amor Hermoso, conseguiu fundir a tecnologia com o estilo, a fim de criar roupas que facilitem a vida da mulher.


"São roupas com tecnologia que permitem personalizar a roupa, preservar o meio ambiente e encontrar o bem-estar", disse a estilista à Agência Efe.


Assim, com base na aromaterapia, a estilista criou roupas nas quais inclui microcápsulas com essências naturais que, no momento de vestir, mostram seus benefícios.


"Costumo usar a baunilha e o jasmim em vestidos de noiva, já que acalmam os nervos e relaxam, o que permite aproveitar esse dia tão especial com serenidade", diz.


Já o aroma de morango e de maçã vai para as roupas do dia-a-dia - vestidos, calças e camisas - para estimular os ânimos abatidos. "Desta maneira, nenhuma pessoa, nem seu chefe, pode acabar com seu dia", explica.


Utilizando a tecnologia de plasma e por meio de um processo totalmente ecológico, a Madre Mía del Amor Hermoso criou roupas antimanchas que repelem a chuva e qualquer tipo de líquido.


"São roupas que, ao mesmo tempo em que dão segurança, evitam ser lavadas continuamente, processo que contamina os rios", assegura Morata.


A estilista também criou roupas antiestresse que contêm microcápsulas antiestática que evitam que as mulheres carreguem a energia eletroestática de telefones celulares ou de computadores.


"Estas roupas absorvem a eletricidade eletroestática e ajudam a eliminar as barreiras do estresse", explica Morata.


Uma quarta invenção da empresa são as roupas antimosquito, que por meio de um produto repulsivo encapsulado no tecido consegue espantar o inseto.


Com o PCM - Phase Change Material-, também microencapsulado em agasalhos e jaquetas, esta jovem catalã conseguiu criar roupas que mantêm a temperatura corporal tanto no verão como no inverno, nas condições meteorológicas mais adversas.


Morata recorre à pintura fosforescente, que absorve energia dos raios ultravioleta e emite luz na escuridão, para desenhar vestidos de noiva. "São tintas que têm na estética como única funcionalidade, não facilita a vida, mas diverte muito", diz a dona da Madre Mía del Amor Hermoso.


Com o passar do tempo, as virtudes da tecnologia vão desaparecendo das roupas, mas a marca estuda como fazê-las durar mais tempo. Mesmo assim, os atrativos duram mais de um ano.


Agora, Morata desenvolve produtos para o lar com nanotecnologia, trabalhando inclusive com bactérias.
 

Topo