Moda

Modelo norte-americana mais velha do mundo completa 80 anos

Reprodução/Getty Images
Carmen Dell'Orefice na capa da revista "Vogue" em 1947, aos 16 anos, e desfilando em 2011, aos quase 80 imagem: Reprodução/Getty Images

Washington, 3 jun (EFE) - A modelo norte-americana Carmen Dell'Orefice começou sua carreira com apenas 15 anos em 1946 e hoje, ao completar 80 anos, não só caminha sem bengala como desfila nas passarelas com imponência e elegância.

O jornal "Huffington Post" e a blogosfera comemoraram nesta sexta-feira com a modelo octogenária, com vários parabéns e elogios como "fabulosa", "linda" e "a mais bela do mundo".

Filha de pai italiano e mãe húngara, Carmen assinou seu primeiro contrato com a revista "Vogue" em 1946, e apareceu na edição de 15 de dezembro vestida de Chapeuzinho Vermelho.

Embora sua vida tenha sido um pouco turbulenta, no meio da pobreza e vítima das incessantes críticas de sua mãe, Carmen consolidou sua crescente fama e fortuna com prestigiosas marcas como Chanel, e trabalhou com fotógrafos lendários como Richard Avedon, Irving Penn, Cecil Beaton, e Norman Parkinson.

Enquanto outras mulheres de sua idade vivem em asilos para idosos ou caminham com a ajuda de uma bengala, a modelo americana, agora com cabelo comprido grisalho, continua fazendo sucesso nas passarelas.

Desfilou para Alberta Ferretti neste ano, para John Galliano em 2000 e para Hermès em 2004. Não é à toa que a consideram "a modelo viva mais velha" do mundo.

Topo