Moda

Humberto Leon e Carol Lim são os novos estilistas da Kenzo

AFP
Kenzo desfila coleção Inverno 2011 na semana de moda de Paris (06/03/2011) imagem: AFP

Paris, 12 jul (EFE).- Os estilistas americanos Humberto Leon e Carol Lim substituíram o italiano Antonio Marras à frente da Kenzo, informou nesta terça-feira em comunicado seu proprietário, o líder mundial de luxo LVMH.

A dupla fundadora do Opening Ceremony, sucesso em Nova York desde 2002, apresentará "o frescor e seu talento criativo para dar um novo incentivo a esta maison", ressaltou o presidente e chefe-executivo da Divisão Moda do grupo, Pierre-Yves Roussel.

Lim e Leon, que agora vão dividir seu tempo entre Nova York e Paris, vão situar a marca "no caminho de um desenvolvimento ambicioso", acrescentou o representante da Kenzo, maison francesa fundada em 1970 pelo estilista japonês Kenzo Takada, que a vendeu em 1993 a LVMH.
 

Antonio Marras, que apresenta em Milão as coleções de sua própria marca, mostrou suas últimas criações para Kenzo em junho deste ano, na semana de moda masculina de Paris, no meio de crescentes rumores que a deixaria em breve.

"Após oito anos de sucessos, LVMH e Antonio Marras decidiram pôr fim a sua colaboração", explica a nota.

Segundo o site "San Francisco", os dois criadores nasceram e se educaram em Los Angeles, e se conheceram em 1993 na Universidade de Berkeley, onde Lim se especializou em economia e Leão estudou arte.

Após concluírem os estudos em 1997, Carol Lim trabalhou no banco de investimentos Stephens Robertson, enquanto entre outros trabalhos, Humberto Leon foi diretor artístico da Burberry, segundo a página canadense de desenho, arte e arquitetura "Ego Design".

Além de Kenzo, LVMH dirige o destino das marcas, prêt-à-porter e alta costura da Christian Dior, Louis Vuitton, Céline, Loewe, Kenzo, Givenchy, Thomas Pink, Fendi, Emilio Pucci, Donna Karan, Marc Jacobs e Berluti.

 

Topo