Moda

NY presta homenagem a Valentino por trajetória no mundo da moda

Nova York, 7 set (EFE).- Valentino recebeu nesta quarta-feira (7) uma homenagem dos estilistas nova-iorquinos em reconhecimento à arte de seus desenhos e de sua extensa trajetória profissional do mundo da moda internacional.

O estilista italiano foi homenageado em grande estilo durante uma cerimônia organizada pelo Conselho da Costura do Instituto da Moda de Nova York, que o concedeu um prêmio por toda sua carreira. Em outros anos, foram homenageados Karl Lagerfeld, Dries Van Noten, Isabel Toledo, Alber Elbaz e Chado Ralph Rucci.

"Me sinto abençoado pelo amor que os Estados Unidos mostraram por mim e pelo meu trabalho. Durante anos tive o privilégio de vestir suas mulheres e de ser inspirado por elas", explicou Valentino após receber o prêmio pelas mãos da diretora da Vogue americana, Anna Wintour.

"A arte é a melhor parte da moda para mim", acrescentou o estilista, que é considerado um dos grandes nomes da alta costura e que é conhecido por ter empregado em suas roupas um tom de vermelho muito intenso. Além de todo o glamour, "Valentino apresentou à moda essa cor vermelha que favorece tanto às mulheres", explicou à Agência Efe uma das integrantes do Conselho da Costura, Yaz Hernández.


Por sua vez, Anna Wintour, não poupou elogios à Valentino durante um almoço no Lincoln Center, no qual os vestidos de festa e os sapatos de salto alto foram o dress code do evento apesar da chuva implacável que caía na cidade.

Na opinião da diretora, Valentino é "um dos melhores estilistas do mundo" e manteve em suas criações "este toque de 'La dolce vita' de (Federico) Fellini de uma maneira muito clara, um sentido da vida otimista inclusive em tempos difíceis".

Valentino Garavani (1932), que também vestiu rainhas, imperatrizes e atrizes, entrou no mundo da moda em 1950, quando era ainda adolescente e se mudou para Paris para estudar.

 

Topo