Moda

Universo gótico de Reinaldo Lourenço abre 3º dia da SPFW

São Paulo - O universo gótico e "dark" da ousada proposta feminina do estilista brasileiro Reinaldo Lourenço impregnou de mistério e estilo as passarelas do terceiro dia, neste sábado (21), de desfiles da Semana da Moda de São Paulo, a São Paulo Fashion Week (SPFW).


O costureiro, dono de sua própria marca, evocou em sua coleção a Catedral de Notre Dame, com suas pedras e vitrais que reverenciavam o lado oculto e, às vezes, sombrio do mundo "dark".

Com uma música de fundo inspirada no mistério e na noite, as modelos, vestidas com peças de cor preta e vermelha, entraram na passarela passando em frente a um altar de velas.

Tecidos como a seda, o crepe, a lã, o couro e o veludo cristal, com bordados coloridos, sobressaíram na proposta de Lourenço, o qual destacou as saias retas, os capuzes e os vitrais medievais como acessórios.

Na mesma linha das cores preta e vermelha, mas com uma maior luminosidade, a marca Ellus, no segundo desfile do dia, apresentou uma coleção masculina e feminina, acompanhada pelos acordes de violinos e violoncelos.

Inspirada em histórias dos países nórdicos, a proposta dos estilistas da Ellus, apresentou peças de lã, couro, seda e encaixes em uma variedade de jaquetas, coletes, calças e saias.

Todos os modelos usavam luvas de couro e no final alguns saíram com roupas de cores verdes e laranjas.

A programação do sábado continuou com os desfiles de Mario Queiroz, Huis Clos e Samuel Cirnansck.

Os desfiles - que começaram na última quinta-feira com a participação da modelo britânica Rosie Huntington-Whiteley, a substituta de Megan Fox na saga Transformers -, seguirão até a próxima terça-feira no pavilhão da Bienal do Ibirapuera.

Neste domingo, o ator americano Ashton Kutcher, garoto propaganda da marca Colcci, acompanhará a coleção outono-inverno dessa loja. Ao contrário das edições anteriores, o ator americano não deverá desfilar nesta edição do "São Paulo Fashion Week".

De maneira paralela aos desfiles, uma exposição batizada "Universo Criativo-Projeto Brasil 2", montada nos 3 mil metros quadrados do primeiro andar da Bienal, é a encarregada de dar as boas-vindas ao visitante da passarela mais importante do Brasil.

 

Topo