Moda

Madonna reprova comentário de Karl Lagerfeld sobre Adele

Fotomontagem/UOL
A cantora Adele e o estilista Karl Lagerfeld em entrevista ao jornal "Metro" imagem: Fotomontagem/UOL

Londres

A cantora Madonna saiu em defesa de sua colega, a britânica Adele, depois que o estilista alemão Karl Lagerfeld chamou a artista londrina de "gorda".

Em declarações publicadas nesta segunda-feira (12) pelo tabloide "The Sun", a rainha do pop, de 53 anos, se mostrou escandalizada pelos comentários que o estilista da Chanel fez sobre Adele, autora do bem-sucedido single "Someone Like You", ao jornal "Metro", de Paris, no mês passado.

Ao ser perguntado sobre a cantora do momento, Lagerfeld disse que a britânica Adele, de 23 anos, é uma mulher que está "um pouco gorda, mas que tem um rosto bonito e uma voz divina".

"Isso é horrível. É a coisa mais ridícula que já ouvi", afirmou Madonna ao "The Sun".

A artista norte-americana, que em 26 de março lançará um novo álbum intitulado "MDNA", disse que "não gosta" quando alguém fala mal de outras pessoas.

"Adele tem um talento enorme e seu peso não tem nada a ver com isso", defendeu Madonna, vencedora de sete Grammys.

Questionada sobre que conselho daria à londrina, dada sua enorme experiência na indústria da música, a autora de canções como "Like a Virgin", "Music" e "La Isla Bonita" afirmou que "Adele deve manter sua integridade e força interior".

"O mais importante é quem está do nosso lado, as pessoas com quem realmente nos importamos e que se preocupam com nosso bem-estar", disse a artista.

Na entrevista ao "The Sun", Madonna também lamentou as recentes perdas de cantoras como a britânica Amy Winehouse, que morreu aos 27 anos em julho do ano passado, e Whitney Houston, encontrada morta em fevereiro em um hotel de Los Angeles, aos 48 anos.

"Sempre me impressiono com essas coisas e depois pergunto a mim mesma: como isso aconteceu? Por que as pessoas próximas a elas permitiram essas tragédias?", falou a cantora. 

Topo