Moda

Estilista brasileira brilha com terninhos na maior feira de moda do mundo

AFP
A gaúcha Barbara Casasola levou para sua primeira participação na semana da moda de Londres uma coleção inspirada no movimento moderno brasileiro imagem: AFP

Carmen Martín De Florença

O minimalismo foi a bandeira de estilo de Barbara Casasola, que apresentou na sexta-feira (10) no Palácio Portinari-Salvianti de Florença, na Itália, uma coleção para mulher na qual o terninho foi a estrela.

"Moderna, sedutora e romântica", assim definiu sua coleção a estilista brasileira que aposta em vestir a mulher com padrões muito amplos resgatados do armário masculino, com um resultado final muito feminino.

O Inverno 2014-2015 de Barbara sugere casacos com lapelas amplas e bolsos, seda e lã amarrados na cintura, algumas confeccionadas em tecidos próprios da alfaiataria clássica masculina e outros mais leves e coloridos, frequentes no guarda-roupa feminino.

O cinza, o preto e o azul se misturaram ao rosa e ao magenta, em uma combinação luminosa que ficou muito atraente para uma mulher que vive na cidade.

Junto destas propostas puderam ser vistas na passarela bolsas originais que permitem à mulher modificá-la de acordo com a necessidade. "Me inspirei na cidade de Florença para criar bolsas versáteis que podem ser usadas de várias formas", disse a criadora.

Barbara Casasola foi o desenhista convidada da 85ª edição da Pitti Uomo, a feira de moda mais importante do mundo. "Por trás de suas linhas minimalistas se esconde um grande desejo de triunfar, uma força impetuosa", expressou o diretor de comunicação Lapo Cianchi sobre o trabalho da brasileira.

Nascida em 1984 em Porto Alegre, ela se mudou para Londres para estudar design de moda na prestigiada escola de design Saint-Martin e, mais tarde, formou-se no Istituto Marangoni de Milão, onde se graduou em 2007.

Seu bom histórico abriu as portas do estúdio de Roberto Cavalli, onde trabalhou como primeira assistente do estilista na linha feminina. Barbara também passou pelo estúdio de Sonia Rykiel e pelas grifes Lanvin e Chloé, em Paris.

Sua primeira coleção, apresentada na semana de moda de Londres no ano passado, foi muito elogiada e a revista especializada "CR Fashion Book" a chamou de "uma estreia triunfante".

Topo