Desfiles

Coven fecha 4º dia com tricôs e sedas dos anos 20

FERNANDA SCHIMIDT
Enviada especial ao Rio

A Coven encerrou a programação de desfiles desta segunda-feira (8), quarto dia de Fashion Rio, com verão recheado de sedas e tricôs.

  • Alexandre Schneider/UOL

    Gracie Carvalho durante desfile da Coven

A inspiração da marca foi a década de 20, de onde tirou os vestidos, em referência às camisolas da época, como os looks desfilados por Gracie Carvalho (bege) e Viviane Orth (marinho).

A coleção assinada por Liliane Rabehy deu preferência às peças soltas, com decotes e cintura marcada com a ajuda de cintos. Os babados apareceram com força, especialmente nos vestidos, ao longo da silhueta.

Já os tricôs foram utilizados em peças mais retas, como os shorts, blusas (como na de cores formando desenhos geométricos combinada a bermuda pouco acima do joelho de Flavia Oliveira) e vestidos curtos estruturados, com fios metalizados.

Prata e dourado passearam pela cartela de cores que focou os beges e rosas claros, com incursões pelo azul, pink e preto. Sequências de faixas douradas às vezes davam a impressão de diferentes camadas, entre elas as do vestido de Drielly Oliveira. Estampas apareceram em vestidos, blusas e calças, como a desfilada por Ana Claudia Michels com top cinza bordado.

Ao fim, look de Aline Weber resumia a coleção: sobreposições de tecido leve com cinza metalizado, tricôs e bordados.

Topo