Moda

Masculino: Perfume não tem forma, mas ocupa muito espaço; saiba como escolher e usar

Pode-se dizer que o perfume é um acessório que não tem forma, mas que ocupa muito mais espaço do que qualquer peça do seu guarda-roupa, então todo cuidado é pouco quando for usado. Baseado não apenas em complexas receitas físico-químicas, os perfumes hoje são frutos de estudos minuciosos de design e estratégias bilionárias de marketing. No meio de tanta oferta e propaganda, Hora H formulou este miniguia para ajudar na escolha da sua fragrância ideal.


 

Divulgação

Fragrância, permanência na pele e até cor do líquido e embalagem devem ser levados em consideração na escolha do perfume

SUGESTÕES E CARACTERÍSTICAS DE PERFUMES INDICADOS


Da fumaça ao perfume
Há três mil anos, sacerdotes invocavam os deuses pela queima de ervas. A origem da palavra perfume vem daí, já que em latim per fumum significa "pela (por meio da) fumaça". Quando o homem descobriu o fogo, percebeu que, ao queimar, determinados arbustos e resinas exalavam um intenso cheiro. E passou a utilizar essa fumaça perfumada em rituais relacionados à sua vida espiritual.

As primeiras referências históricas importantes provêm do Oriente, especialmente do Egito, onde oferendas perfumadas seguiam juntos para os túmulos dos grandes faraós. Na Tumba de Tutancâmon (que morreu em 1324 a.C.), por exemplo, foram encontrados óleos aromáticos de cedro, mirra e zimbro.

Pouco antes do início da Era Cristã, os romanos costumavam usar óleos essenciais para rituais religiosos e funerários, para perfumar não somente o corpo, mas também a mobília da casa. Na Idade Média, a busca pela pedra filosofal levou os alquimistas a realizarem inúmeras experiências que contribuíram no desenvolvimento de processos fundamentais para a indústria da perfumaria. A partir do século 19, o perfume ganhou status de quase-remédio, usado para tratar depressão e enfermidades nervosas.

Estrutura e corpo de um perfume
O sentido do olfato é um dos principais sentidos dos animais, pois auxilia diretamente na complexidade de reações de sobrevivência. Ajuda a identificar coisas ruins ou boas. Uma maçã vermelha, por exemplo, pode parecer boa, mas o seu cheiro poderá sinalizar que está estragada.

Tanto para o homem primitivo quanto para muitos animais, um faro apurado fazia a diferença - fosse para detectar a proximidade de um predador, fosse para avaliar se um alimento era venenoso. No curso da civilização, entretanto, o homem focou quase todas as suas atenções na comunicação por estímulos visuais e auditivos, e a dependência do nariz para asobrevivência foi reduzida.

Ainda assim, como testemunho da importância que um dia teve, nosso sistema olfativo mantém a capacidade de sentir aproximadamente 10 mil cheiros diferentes, ao passo que o paladar, por exemplo, aparentemente muito mais presente em nossa vida do que o olfato, pode avaliar somente quatro gostos diferentes: doce, salgado, azedo, amargo, e são estes os quatro tipos de gostos primários que sentimos. As fragrâncias, por sua vez, podem despertar memórias e afetos.

Para a criação de um perfume, vários elementos naturais e sintéticos, como frutas, madeiras, resinas, flores, e compostos químicos são escolhidos e combinados por perfumistas, os quais podem levar anos para chegar na combinação perfeita. Da concentração das essências, óleos e álcool é que surgem os tipos de perfumes que conhecemos:

Perfume, Parfum ou Extrato: é o que tem o cheiro mais persistente, com concentração de óleos essenciais em torno de 15% a 20% e álcool 96%. Dura na pele entre 12 a 20 horas;

Eau de Parfum: tem o cheiro mais sutil, com concentração entre 10% e 15% de óleos essenciais e duração na pele entre 6 e 8 horas;

Eau de Toilette: a idéia é transmitir o lado mais refrescante do perfume, com concentração que pode variar de 5% a 10%, e duração na pele entre 4 a 6 horas;

Eau de Cologne: a base, simplificada, apresenta uma concentração de 3% a 5%, com pouca duração na pele, ideal para o pós-banho.

Quando usamos um perfume, independentemente da quantidade da concentração que a fragância apresente, existem três etapas diferentes de odores que ele exala, antes que se fixe o seu cheiro definitivo:

Notas de cabeça ou saída: é a primeira impressão do perfume, é o que sentimos ao abrir o frasco. Como são voláteis, evaporam nos primeiros cinco ou dez minutos.

Notas de corpo ou coração: surgem alguns minutos após a aplicação. É a identidade dos perfumes. Duram duas horas em média.

Notas de fundo: são as mais fortes e consistentes. Elas são as que marcam presença e que ficam até o final do tempo de fixação do perfume (o que varia de pele para pele).

Um único perfume pode conter entre 70 e 200 elementos diferentes, que determinam a que "famílias olfativa" ele pertence. Ou seja, perfumes que compartilham características comuns, como construção ou combinações de ingredientes-chave, nos ajudam a reconhecer os diferentes "estilos".

De forma geral, temos seis grandes famílias: cítricos, florais, fougères, chipre, amadeirados e orientais. Essas também apresentam sub-divisões mais complexas. HORA H entrevistou Barbara Kern, Vice-Presente de Marketing da RR Perfumes e Cosméticos, especialista na área de perfumes, para descrever quais as relações entre as famílias aromáticas mais comuns em perfumes masculinos e o perfil do homem a que se destinam.

Fougéres aromáticos são para homens elegantes
Os ingredientes mais usados em perfumes fougères aromáticos são lavanda, sálvia, alecrim, musgo de carvalho e tomilho, que combinam bem com notas cítricas, amadeiradas e de patchuli. As ervas aromáticas combiam com personalidades fortes. Dentre as características de personalidade que esse produto evoca (inclusive sua embalagem, fotos promocionais etc), estão o gosto pela aventura, o entusiasmo, a coragem e o desejo de estar em destaque. Esse tipo de fragrância é direcionado para homens que se consideram curiosos, criativos, passionais, visionários e intuitivos.

Amadeirados "vestem" bem homens clássicos
Esses perfumes podem ser quentes e opulentos, quando baseados em notas como sândalo ou patchuli, ou mais secos, quando baseados em cedro ou vetiver. Essa direção olfativa elegante combina notas de especiarias e cítricas. Para homens clássicos, de modos refinados e natureza sociável. Charmoso e orgulhoso de sua aparência. As fragrâncias amadeiradas combinam perfeitamente com o estilo clássico de homens em posição de comando.

Cítricos são ideais para homens esportivos
Essa família inclui os perfumes compostos com notas (naturais ou artificiais) cítricas, de bergamota, limão, laranja, tangerina e grapefruit, entre outras. Caracterizada por seu frescor e suavidade, ganha um caráter masculino graças à presença de especiarias. Costumam gostar dessa família, homens espontâneos, de personalidade enérgica, que apreciam a vida ao ar livre e o contato com a natureza.

Orientais são feitos sob medida para homens ousados
As composições orientais trazem a sofisticação do âmbar, resinas, tabaco e madeiras exóticas suavizada por facetas aromáticas e cítricas. Nessa família olfativa são encontradas criações com especiarias --algumas doces, outras fortes e marcantes, de personalidade bem definida. São perfumes que combinam com uma personalidade enérgica, autoconfiante, impulsiva, sensual, forte e dócil. Esse estilo original de personalidade é revelado pelo que o perfume tem de irreverente e provocativo.


 

Divulgação

Fragrância, permanência na pele e até cor do líquido e embalagem devem ser levados em consideração na escolha do perfume

SUGESTÕES E CARACTERÍSTICAS DE PERFUMES INDICADOS


A importância da embalagem na hora da escolha perfume
Depois que o perfumista termina sua árdua tarefa, um outro profissional entra em campo: o designer de embalagem. Seu papel, num mercado muito competitivo, é tão decisivo quanto o anterior. O frasco de um perfume é a síntese das idéias olfativas que foram desenvolvidas.

Hoje, começa a aparecer uma certa tendência de "vestir" um perfume. Se antes, o desenho da embalagem em vidro era suficiente para indicar as qualidade do perfume, depois vieram os metais. A sensualidade, a leveza, o toque e a transparência são valores próprios dos tecidos que surgem ao se cobrir com um tecido, o vidro que envolve um perfume. O estudo do markenting sensorial, a pesquisa dos materiais, as relações aproximativas entre pele e embalagem são as novas tendências do mercado.

As cores --da embalagem e do líquido do perfume-- também interferem na hora da compra de um perfume. São elas que poderão ditar alguma mudança de perfil do consumidor. Certas características comuns foram identificadas por um estudo realizado pela RR Perfumes que indica características do perfume, independentemente da marca. Por exemplo, um perfume mais marcante toma forma em líquido escuro, e a fragancia mais leve costuma ter cor clara. E uma embalagem com detalhe dourado será para um perfume mais forte do que uma embalagem prata.

Veja a lista das cores das embalagens e seus significados:

Cores masculinas para homens tradicionais
Dourado: Lembra ouro, glamour, status e poder. São fragrâncias mais marcantes, mais quentes. Ideais para quem gosta de se destacar. um perfume preto com dourado, apela para um homem elegante, culto e de dinheiro.

Prata: Moderno, prático, dinâmico mas também elegante. Um anel dourado chama mais atenção do que um prateado, mas este não deixa de ser elegante e poderoso.

Preto: Elegante, sofisticado, seguro de si. Lembra um homem vestido elegantemente em um terno preto.

Marrom: O mesmo que o preto, mas normalmente é uma fragrância mais clássica, para um homem mais reservado e até mais maduro.

Cores masculinas para homens ativos
Azul: Mais claro, lembra água, limpeza, pureza. Fragrâncias que dão a sensação de frescor e banho tomado. Já azul escuro, normalmente encontrado nos perfumes masculinos, lembra virilidade e força.

Verde: Assim como o azul, quando claro, lembra água e frescor, mas lembra banho de cachoeira e de mar, que é mais vitalizante e mais ligado à natureza. Quando são mais escuro, apela para homens mais maduros.

Cores para homens modernos
Vidro fosco: Parece que acabou de tirar da geladeira. São aromas mais refrescantes e leves. Normalmente as fragrâncias "light", por exemplo, são foscas ou prateadas.

Cinza: Elegante e moderno. Normalmente são perfumes levemente adocicados, pois, segundo a pesquisa, o homem "moderno" aceita perfume adocicado, enquanto que o homem "dourado" prefere perfume com cheiro mais masculino.


Cores para homens esportistas
Laranja: Lembra vitamina C (e os cítricos). Vitalidade, energia, movimento. É uma cor estimulante, para pessoas com energia, ativas, que têm uma rotina apertada de trabalho, estudo, academia...

Amarelo: Lembra o Sol. Contagiante e energizante. Evoca bom humor, otimismo e descompromisso.

Lilás: Esta é a nova cor masculina. Nos últimos anos, o lilás, que anteriormente era uma cor feminina, tem aparecido com sucesso em perfumes masculinos. Ela simboliza dignidade, devoção, piedade, sinceridade, espiritualidade, purificação e transformação.

10 dicas para a escolha de um perfume
O perfume reage diferente ao contato da pele de quem usa. Ou seja, o cheiro muda de acordo com a pele e a temperatura do ambiente. Portanto, não adianta entrar numa loja e somente abrir um frasco e cheirar.

1. Quando for escolher seu perfume, evite usar qualquer produto que interfira no seu olfato, como por exemplo, loções pós-barba.

2. O horário da manhã é o melhor para experimentar perfumes, porque seu olfato ainda não está tão adulterado por outros cheiros.

3. Evite escolher um perfume por meio daqueles papeizinhos muito comuns em perfumarias. O resultado só é percebido no contato com a pele. Um mesmo perfume varia de pessoa para pessoa. Por isso, se gostar de algum perfume, peça uma amostra, experimente em casa, use um dia e sinta como o perfume evolui na sua pele e se você gosta dele em todas as fases.

4. O pulso é o melhor local para se aplicar um perfume, porque a temperatura deste local acentua a fragância.

5. Experimente no máximo três fragâncias por vez. Depois disso, seu olfato está comprometido com tanta informação vinda de cada um.

6. Cheirar grãos de café auxiliam um pouco a limpar o olfato. Mas não é uma prática recomendada, porque podem transmitir bactérias. O ideal é descansar o nariz e cheirar a própria pele numa área sem perfume, esfregando o nariz algumas vezes.

7. Como dissemos, um perfume tem várias "notas". Somente depois de uma hora que você percebe qual o resultado final que o perfume tem.

8. Fragrâncias com bases oleosas fixam mais na pele. Já bases alcoólicas, só depois que o álcool evapora e os ingredientes misturam é que podemos saber como ele se comporta na sua pele. Lembre-se de que algumas pessoas desenvolvem demartites e alergias através do contato com o álcool.

9. Tenha em mente qual sua família olfativa preferida, o que as cores da embalagem e a propaganda estão dizendo sobre a "personalidade" do perfume. E saiba exatamente para que está adquirindo determinado perfume (para usar de dia, de noite, em festas, no trabalho etc).

10. Evite comprar perfumes para dar de presente, a menos que você saiba qual a fragância preferida da pessoa para quem vai dar. A escolha de um perfume é algo muito pessoal.

Dicas para usar perfume de maneira correta
Para conservar seu perfume, mantenha-o fechado no vidro original, dentro da caixa, guardado em local fresco e sem contato direto com a luz solar. Depois de aberto o frasco, a fragância permanece inalterada por um ano, após este período, ainda que ela esteja dentro do prazo de validade, pode haver alteração do cheiro e da cor.

Para aplicar corretamente o perfume, não passe no corpo todo. Escolha no máximo três áreas onde o sangue circula mais como punho, atrás das orelhas e cotovelos. E mantenha o jato do spray a cerca de 30 cm de distância na hora da aplicação.

Regra de ouro
Um perfume ocupa mais espaço do que uma pessoa. Nosso próprio perfume, que depois de algum tempo já não sentimos, os outros ainda percebem. Isso acontece pois a percepção de nosso próprio cheiro diminui com o tempo, por causa da fadiga olfativa.

Nestes tempos de posicionamentos politicamente corretos, antes que alguém proponha uma lei antiperfume, faça sua parte. Use perfume com moderação, principalmente em locais fechados, porque, ao invés de atrair as pessoas, ele pode afastá-las.

 

Topo