Moda

Mais de 60 sugestões de sungas para o verão 2010

Depois de anos ostracizado, por ser considerado cafona, o sungão voltou a estar na moda lá pelo início desta primeira década do século 21, no Rio de Janeiro e, cada vez mais, conquista adeptos em praias ao redor do mundo. Para o verão, os modelos coloridos, listrados e estampados prometem ser a sensação no litoral. Saiba mais sobre a história desta peça e veja mais de 60 sugestões dos modelos mais bacanas da temporada.

 

FOTOS: MAIS DE 60 SUGESTÕES DE SUNGAS

Pegar uma praia é um fato recente na vida ocidental. Até o final do século 19, o banho do mar era usado para fins terapêuticos. Somente depois que começou a se tornar uma forma de lazer, surgiram as primeiras roupas para banho.

No início, existiam poucas diferenças entre os trajes masculinos e femininos. Normalmente eram malhas de lã ou sarja composta de duas peças: uma túnica e um calção folgado e preso abaixo do joelho. No começo do século 20, foram substituídos por um traje de uma única peça que era usado em provas de natação.

A sunga como conhecemos hoje foi popularizada pelo nadador Johnny Weissmuller, que depois viria a viver Tarzã das telas de cinema. Em 1939, ele usava um shorts curto e muito justo, que ganhou popularidade através da marca americana Jantzen.

Depois dos anos 60, com os avanços da indústria têxtil, os trajes de banho ganharam materiais novos e mais leves, como o elastano. De lá para cá, viu-se uma evolução do design da roupa de praia, que ganha a cada ano novos padrões de cores e estampas, além de novas modelagens e proporções.

Enquanto nas passarelas temos visto vários modelos menores, muito mais próximos das tangas das décadas de 70, nas praias, o estilo consagrado ainda permanece sendo o do "sungão", descendente direto daquele usado por Weissmuller.

Para o verão, além dos tradicionais modelos monocromáticos e bicolores que se tornaram clássicos, as grandes apostas vão para os listrados e os inteiramente estampadas. As cores em tons fortes de azuis, verdes, vermelhos e amarelos estão em evidencia. As larguras são variadas, mas as com laterais maiores ficam bem na maioria dos homens, tanto até para os que estão meio fora de forma.

A única restrição único cuidado é quando a "barriga de chope" fica muito maior do que o aceitável. Aí, o melhor é apelar para os shorts e bermudas de nylon.

Colaborou com a coluna Paula Baraldi

Topo