Desfiles

Rosa Chá cria moda praia-lingerie para o Inverno 2010

CAROLINA VASONE

Do prédio da Bienal

Não parecia um desfile de moda praia. Em fundo pele rosado, as estampas digitais de renda apareceram quase como se fossem a própria renda em calças grandes e altas, sutiãs decotados e desenhados. Biquíni ou lingerie? Não importa, afinal, é inverno, e os belos bodies e sutiãs da segunda coleção da Rosa Chá assinada por Alexandre Herchcovitch podem servir mais para compor uma produção de roupa do que para ir à praia.

  • Alexandre Schneider/ UOL

    Débora Müller desfila look da Rosa Chá para o Inverno 2010 durante o primeiro dia do SPFW

Além da moda praia-lingerie, outro destaque são os tricôs furadinhos com detalhes de botões de pressão na calça justa tipo legging, na saia e no vestido, ambos curtos e justos. Ainda na parte das roupas desfiladas pela marca, as saias de cintura alta com curtas sobressaias de renda também merecem menção.

 

Numa mistura de lingerie, praia e fetiche, nem tudo é palatável ao primeiro olhar e algumas combinaçõe podem parecer exóticas demais. Na série final com a estampa aquarelada manchada em verde, rosa, laranja e azul, com predominância dos tons quentes, a parte mais difícil da coleção. Com detalhes de renda preta por cima de sutiãs e calcinhas (estes sim de moda praia mesmo), as peças acabaram pesadas demais para a praia e praianas demais para a rua. Mas tudo depende da maneira como serão desmembradas na coleção comercial que irá para a loja. Os macacões que lembravam os de mergulhador são divertidos e bonitos, alongados.
 

Topo