Desfiles

Sem Gisele, Colcci tem Cauã Reymond, time de tops e tricô

CAROLINA VASONE

Do prédio da Bienal

Só mesmo a licença-maternidade de Gisele Bündchen para conseguir tirar a top do desfile da Colcci. A modelo foi substituída pela dupla Izabel Goulart e Alessandra Ambrósio e pelo ator Cauã Reymond. Sempre com muito burburinho, o desfile desta vez teve um clima mais tranqüilo, salvo alguns gritinhos que pareciam ensaiados quando uma das duas tops (nenhuma conhecida do grande público) passava.

  • Alexandre Schneider/ UOL

    Cauã Reymond e Alessandra Ambrósio desfilam junto a estilista da Colcci Jéssica Lengyel

Ao olhar a coleção, há um certo amadurecimento em relação às edições passadas. Algumas peças, como os tricôs do começo, grossos, em tom rosado, um deles num maxipullover usado por Cauã Reymond, apareceram bonitos na passarela. Em outros momentos, as tachas e babados exagerados, as primeiras grandes e grosseiras, os segundos miúdos e infantis, não ofereceram boa opção de moda aos muitos jovens consumidores da grife.
 

Topo