Desfiles

Forum convida musa da Chanel para desfilar inverno sensual

FERNANDA SCHIMIDT

Do prédio da Bienal

A Forum recrutou a top holandesa Lara Stone, terceira colocada no ranking do site Models.com, para estrelar o desfile de sua coleção Inverno 2010, na noite desta segunda-feira (18), segundo dia de São Paulo Fashion Week.

  • Alexandre Schneider/ UOL

    Musa da Chanel, Lara Stone, desfila para a Forum durante o segundo dia do SPFW Inverno 2010

Dona de um característico desfilar hesitante – em entrevistas, ela já afirmou não gostar da passarela –, a modelo apresentou o primeiro e o último look da marca, ambos compostos por saia com estrutura encaixotada, uma preta e a outra cinza, e camisa, a primeira preta e a segunda azul marinho.

 

Aos 26 anos, Lara foi a musa do último desfile da Chanel, em que rolou no feno parisiense num ménage-à-trois com a dinamarquesa Freja Beha Erichsen e o francês Baptiste Giabiconi.

 

Para a Forum, a top limitou-se às duas aparições (sem contar a entrada final com todas as modelos), em que deixou revelar rapidamente os dentes espaçados, sua marca registrada. Lara costuma ser mencionada nos tablóides do mundo da moda, por sua passagem em uma clínica de reabilitação por abuso de álcool no ano passado e seu manequim 38/40, grande para os padrões magros das modelos.

 

Inverno 2010
A coleção da Forum, que passou a ser assinada pelo estilista Eduardo Pombal desde a última temporada, apresentou um inverno inspirado pela sensualidade, com foco na mistura de tecidos, entre eles o musseline e o tafetá, na cintura alta e nas costas abertas. A modelagem das produções conferiram um ar comportado à almejada sensualidade.

 

As calças apareceram secas e curtas, com um leve volume ocasional no quadril. O ajustado na panturrilha era transposto para as blusas, com o antebraço justinho e o braço folgado, como na camisa preta de cetim de seda desfilada por Carmelita.

 

Pontos de brilho foram utilizados com intensidade nas peças revestidas por paetês, tanto nos círculos furados, quanto nos “cacos de vidro”.

 

A cartela de cores criada por Pombal é sóbria, com predomínio do preto, com incursões pelo cinza, azul marinho e verde escuro. O mostarda apareceu brevemente, no tomara-que-caia com saia pregueada de Drielly Oliveira.

Topo