Desfiles

Acquastudio se excede em tecido e vontade de conceito e fecha 1º dia de Fashion Rio

CAROLINA VASONE

Enviada especial ao Rio

Haja organza e tule para criar a coleção para o Verão 2011 da Acquastudio, que encerrou, ao som de clássicos da cantora Marina (gravados, não ao vivo), nesta quinta (27), o primeiro dia do Fashion Rio. Haja também paciência e "know how" para manusear tanto volume de tecido, dobrá-lo, torcê-lo, transformá-lo na sequência de gordas folhas, nas espécies de flores, nos casulos e outras formas orgânicas que saíam, como grandes bichos de suas tocas, das bases dos vestidos em pink, verde limão, laranja fluorescente e a maior parte dos brancos sujos, ou "off white".

  • Alexandre Schneider/UOL

    Modelo desfila look para o Verão 2011 da Acquastudio no Fashion Rio (27/05/2010)

Especializada em moda festa, com ateliê que atende clientes com hora marcada, a Acquastudio resolveu apostar, já há algumas edições, no que seria uma moda extremamente conceitual ou experimental na passarela. Com volumes exagerados, formas já vistas, o resultado tende para uma imagem não tão nova de criação conceitual de moda. Não parece, também, condizer com os vestidos de festa bem-feitos, clássicos, com um toque sutil do tipo que faz a diferença confeccionados quando a marca tinha lojas em shopping centers de São Paulo.

Topo