Moda

O verão é branco, inteligente, assimétrico e texturizado para Melk Z-da

CAROLINA VASONE

Enviada especial ao Rio

O verão de Melk Z-da é conceitual. Mas seria muito simplista resumir assim o estilo do designer pernambucano. Inteiro em branco, sem cenário para o foco ficar nas roupas, a coleção não é fácil de usar como se vê na passarela, mas, além dos desdobramentos comerciais, peças como as saias de pontas assimétricas e o colete com aplicações de plaquinhas de metal são opção de consumo direto. Não para todo mundo. Mas quem está geralmente à frente do que a maioria pensa, não espera ser seguido pela multidão.

 

  • Akexandre Schneider/UOL

    A modelo Indira Carvalho desfila look texturizado de Melk Z-da para o Verão 2011 (30/05/2010)

 

 

Inspirado por danças populares regionais brasileiras como o congado, o reisado, a marujada e o cavalo-marinho, o estilista difundiu as referências das vestimentas ornamentadas, ricas e volumosas destas danças ao seu repertório criativo. Assim, retirou o colorido tão marcante desta cultura para evidenciar seu trabalho de criação de formas com bordados e texturas diferentes na mesma peça, com assimetria em barras e dobraduras, transparências em camisas que serviam como base para acompanhar saias durinhas e recortadas ou shorts, ou ainda para virar a parte de cima de vestidos. Estas camisas tinham os ombros como foco, ora vazados com grandes mangas aparecendo em seguida, ora adornados com martingales (detalhe de uniforme militar). 

Topo