Moda

Gisele se despede da Colcci com Demi Moore na plateia e Ashton Kutcher nos agradecimentos

Alexandre Schneider/UOL
Gisele Bündchen desfila pela Colcci no terceiro dia do SPFW Inverno 2011 (30/01/2011) imagem: Alexandre Schneider/UOL

CAROLINA VASONE

Editora de UOL Estilo

Demi Moore chegou minutos antes das luzes se apagarem para ver o marido Ashton Kutcher desfilar. Posou para os fotógrafos rapidamente num curtinho que revelava as longas pernas, magérrimas, evidenciadas por um salto altíssimo. A comoção foi geral, o clima, de estádio de futebol. A cena primava pelo exagero, mesmo para quem está acostumada a perseguições de papparazzi.
 
A tietagem chegou ao nível do constrangimento mesmo para quem quer ver, claro, Demi Moore, reparar nas curvas de Alessandra Ambrósio e de Gisele Bündchen e checar se Ashton Kutcher é alto e bonitinho (sim, ele é). Mas será que a emoção de estar a alguns metros de uma celebridade tem como efeito colateral o ataque de histeria descontrolada?

Enfim, o desfile mostrou Gisele e Ambrósio de "hot pants" (os shortinhos quase calcinhas) de cintura alta, corset, a primeira num look todo preto com casaco (que depois tirou, na entrada da fila final) e a segunda, com estampa "pied-de-poule" em preto e caramelo. A coleção mostrou-se muito melhor do que o habitual, numa boa proposta para jovens garotas e garotos, com linha de jeans com boas lavagens, ora mais desgastadas, ora num azul mais escuro, mas sempre em azul.

O Inverno 2011 marcou a despedida de Gisele e a contratação de Alessandra Ambrósio como a nova garota-propaganda da marca. Também foi a estreia dos novos diretores de criação da grife, Adriana Zucco e Jeziel Moraes, responsáveis pela boa coleção. Cheio de estrelas, o desfile contou ainda com styling da francesa Camille Bidault, que tem no currículo clientes como Sonia Rykiel, Chloé e MarcJacobs, além da H&M, grife para a qual assinou o styling do vídeo da campanha da linha da Lanvin para a "fast fashion".

Em meio a tantas novidades, Ashton Kutcher virou coadjuvante, e apareceu só para agradecer, ao final do desfile. Desta vez, ao menos, tanto barulho não foi por absolutamente nada: a clientela da Colcci terá boas opções para passar o próximo inverno na moda, com streetwear correto e charmoso.
Topo