Moda

Coleção da Arezzo com peles verdadeiras causa fúria de internautas e protetores de animais

Da Redação

  • Reprodução

    Montagem feita pelo Projeto SalvaCão publicada no Twitter em repúdio à linha Pelemania, da Arezzo

A marca de acessórios Arezzo, lançou na última quinta-feira (14) a coleção PeleMania. Sapatos, bolsas e echarpes com pele de raposa e coelho, lã de ovelha e couro natural foram usados e causaram a fúria de internautas e de protetores dos animais.

A história ganhou maiores proporções quando o “Projeto SalvaCao” postou uma montagem no Twitter, comparando os produtos da marca com animais mortos. No início da tarde de hoje (18/4), a polêmica já era o segundo assunto mais comentado do microblog no Brasil.

Foi criada uma página no site de relacionamentos Facebook com o título “Boicote Arezzo” e uma convocação ao evento “Encontro de Animais na Porta da Arezzo”, quando os internautas pretendem protestar na porta da loja, com animais de estimação e bichos de pelúcia ensangüentados.

Na página de Facebook da marca, uma legião de internautas escreveu posts indignados. A marca deletou a maioria deles e escreveu: “As redes sociais são um espaço aberto para que todos possam expressar suas opiniões, entretanto, nos reservamos o direito de retirar mensagens com conteúdo ofensivo e agressivo, para os outros freqüentadores de nossos perfis. A empresa se posicionará oficialmente sobre o caso em breve.”

As fotos da coleção e campanha foram removidas da página principal do site da marca e da página do Facebook. Ainda não houve um pronunciamento oficial da marca.

Topo