Moda

Atualizada em 11.02.2015 18h58

Carioca Alessa abre o Fashion Rio e mira clientes do Japão e do Oriente Médio

Alexandre Schneider/UOL
Modelos desfilam look da Alessa para o Verão 2012 durante o Fashion Rio (30/05/2011) imagem: Alexandre Schneider/UOL

FABÍOLA ORTIZ

Colaboração para o UOL, do Rio

A grife carioca Alessa abriu o Fashion Rio com aposta em relíquias históricas e brasilidade, mas de olho no Oriente, mercado para o qual a estilista Alessandra Migani visa expandir a grife.

Atualmente com loja apenas em Ipanema, no Rio, conhecida das consumidoras cariocas, Alessa exporta, há cerca de três anos, para a França, Espanha, Portugal e Inglaterra. O próximo passo é vender para o Japão e para o Oriente Médio.

A marca tem um showroom no Rio-à-Porter, o salão de negócios de moda e design do. Em São Paulo, a grife estará na GaleriaMais, novo bolsão de negócios do SPFW.

A coleção foi inspirada nas preciosidades e objetos que Alessandra colecionou ao longo de suas viagens. "São relíquias como muranos antigos, espelhos com molduras prateadas barrocas, espelhos de parede venezianos. São peças que trazem toda a nostalgia, a memória e a lembrança", disse Alessa ao UOL após o desfile "Relíquias", que abriu a temporada Verão 2012 da semana de moda no Rio de Janeiro,sediada no Píer Mauá até o próximo sábado (4).

A imagem da estamparia foi criada a partir de fotos dos seus objetos colecionados. Os tecidos utilizados na criação são o cetim, tule, crepe de seda, paetê, tecidos metalizados e chita em cores quentes (ocre, laranja, vermelho) e frias (azul e verde).

O destaque para o cabelo são os acessórios-chapéus de material reciclável – feitos a partir de sacos de pão, rolinhos de papel higiênico, papel de revistas, jornal, tampinhas de garrafa de mate e água.

Topo