Moda

Grifes lançam moda praia para o Verão 2012 fora das passarelas do Fashion Rio

Fabíola Ortiz/UOL
Biquíni da SkinBiquini e maiô de Desiree Necerssian para o Verão 2012, apresentados no salão de negócios Rio-à-Porter (31/05/2011) imagem: Fabíola Ortiz/UOL

FABÍOLA ORTIZ

Colaboração para o UOL, do Rio

Apenas quatro marcas desfilam moda praia na 19ª edição do Fashion Rio Verão 2012 – Blue Man, Lenny, Salinas e Triya – , mas no Rio-à-Porter, o salão de negócios de moda e design para compradores nacionais e internacionais do evento, oito marcas expõem suas novas coleções para a próxima estação.

Algumas marcas são mais novas - caso de SkinBiquini, Larissa Minatto -, e outras estream no salão de negócios da semana de moda carioca, mas já têm uma trajetória de vendas e exportação, como a Movimento, de Pernambuco, e a Desirée Necerssian. Também do Rio de Janeiro, a Mali já participou do Fashion Business e não deixou de comparecer mais uma vez ao Rio-à-Porter, evento que participa desde sua criação.

Com apenas 11 meses, a novíssima SkinBiquini é uma marca de beachwear de São Paulo, que apresenta uma linha de sete estampas desenhadas pelo ilustrador Michael Roberts, conhecido pelo trabalho como editor de moda da "Vanity Fair".

“A gente tenta fazer uma moda praia mais divertida, essa é a nossa proposta. Nesse verão, tentamos fazer algo bem tropical, biquínis com temática de frutas como melancia, banana e abacaxi. Uma coisa de babado e leve”, disse ao UOL a dona da marca Renata Gomes. A grife desfila no Rio-à-Porter  pela primeira vez nesta quarta-feira (1º).

Já a grife da catarinense Larissa Minatto aposta no segmento luxo. Com três anos de mercado,  a estilista veio “sentir a feira” pela primeira vez e vai investir para desfilar no próximo ano. A marca de Joinville ganhou visibilidade na televisão ao ter um modelo seu usado pela atriz Deborah Secco na novela das 21h da TV Globo, "Insensato Coração". “A feira está sendo excelente, estamos fechando de 6 a 8 clientes por dia”, disse. 

A coleção de Larissa apresenta cinco estampas exclusivas e é inspirada nas praias europeias e estamparia digital sobre telas do artista plástico espanhol Joan Miró, em tecidos como jérsei e fluity, um tecido natural com cara de linho. “Temos biquíni jeans e peça com tule, com cara de alfaiataria de alta costura”, disse Larissa Minatto.

Pela segunda vez no Rio-à-Porter, a mineira Lemon Light, de Vanilda Reimer, lança a sua coleção com o tema da Tropicália e quer atingir um público feminino mais velho. “O forte da marca é a mulher mais madura e as peças são mais elaboradas com valor agregado maior”, conta Vanilda.

E, nesse alvo, a grife aposta no maiô estilo tomara-que-caia, com costas abertas ou com um ombro só. A peça, que vira também body, pode ser usado com pantalona. "Existia um conceito do maiô para a pessoa que estava fora de forma. Hoje, não existe mais. Faço moda para uma mulher real e não utópica”, disse a estilista.

Há 30 anos no mercado, Desiree Necerssian estreia no salão de negócios do Fashion Rio. Após consolidar-se no mercado dos Estados Unidos e Europa, a marca quer voltar para casa e expandir sua presença no Rio de Janeiro. Atualmente, a marca conta com apenas duas lojas no Estado.

No polo da moda de Cabo Frio, estão as marcas Kibikini e Azaí Bikini, que aproveitam o Rio-à-Porter para dar seus primeiros passos de expansão de mercado. “Nós somos marcas pequenas de pequenos empresários. A minha [Kibikini] tem dois anos. Estamos agora começando a ampliar e saindo de Cabo Frio”, disse Michele Carvalho dona da Kibikini.

A argentina Vanessa Prieto, da Azaí, diz que este é um trabalho de “formiga”. “Estamos começando a expandir para o Rio. Esta feira vai abrir portas, neste ano a gente está ainda muito verde”, disse ela.

Topo