Moda

Com Ashton Kutcher, Colcci moderniza jovens de todo Brasil

Da Redação

Ficha técnica

Inspiração: Mistura de alfaiataria e jeanswear
Tecidos: Tricôs, jeans
Formas: Anos 70 para as mulheres e seco para os homens
Cores: Laranja, rosa, vermelho, amarelo, azul e branco
Estampas: Miúdas
Estilo: Adriana Zucco e Jeziel Moraes
Styling: Alexandra Von Bismark/Vitória
Direção de desfile: Ruy Furtado
Cenografia: Muti Randolph
Trilha Sonora: Gomus
Beleza: Max Weber

Nota da editora: Em sua segunda coleção para a marca, Adriana Zucco e Jeziel Moraes fizeram um favor para os jovens de todo o Brasil que adoram a Colcci: ofereceram roupas que refletem de verdade o que significa "estar na moda", ou estar conectado ao espírito do próprio tempo. Tudo isso de um jeito quase adolescente (público-alvo da grife), despretensioso, e por isso, colorido em jeans índigo com laranja forte, em estampas de bolinhas em marrom e creme para garotos e garotas e divertidas em pantalonas largonas de cintura bem alta usadas com miniblusa e em saias-calças para as meninas. No caso dos meninos, a proposta é básica mas bem resolvida, numa maneira de reforçar uma combinação que os homens ainda não costumam fazer: a da bermuda ou da calça, ambas mais ajustadas, com blazers informais, muitos em variações de listras (muito usadas na coleção) ou numa produção de branco total. Uma boa coleção, sem dúvidas, foi o melhor investimento que a marca poderia fazer tanto para a própria imagem quanto para a cultura de moda de uma boa parcela da juventude que a consome. Vale muito mais que Giseles e Ashtons. (Carolina Vasone)

Topo